Caixa Federal autoriza benefício para atingidos por cheia em Teutônia

TEUTÔNIA

Caixa Federal autoriza benefício para atingidos por cheia em Teutônia

Disponibilidade dos valores foi articulada pelo governo municipal, que montou uma listagem com cerca de 50 endereços que tiveram transtornos

Por

Caixa Federal autoriza benefício para atingidos por cheia em Teutônia
Moradores atingidos pela cheia de 16 de junho receberam doações e podem se habilitar a benefício do FGTS (Foto: Arquivo A Hora)
Teutônia
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Moradores afetados pela enxurrada do dia 16 de junho recebem uma nova opção para recuperar os prejuízos. O Saque Calamidade, vinculado ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), foi viabilizado pela administração municipal e pela Caixa Econômica Federal após a publicação do decreto de situação de emergência.

Cerca de 50 residências nos bairros Alesgut, Boa Vista, Canabarro, Languiru e Teutônia, além da Linha Boa Vista Fundos, estão aptas a receber o benefício. A secretária de Assistência Social e Habitação, Diana Feldens, explica que os danos não precisam ser necessariamente estruturais. “Pessoas que perderam móveis, eletrodomésticos, também podem fazer o pedido.”

Os moradores podem entrar em contato com a equipe da secretaria para verificar se o endereço está cadastrado no sistema da Caixa. Essas informações são determinantes para a habilitação do saque, uma vez que apenas a listagem repassada pelo governo municipal poderá acessar os valores. A gestora comenta que todos os beneficiários do FGTS em uma residência podem solicitar o saque.

Nos atendimentos às pessoas atingidas pela cheia, no ginásio da Escola Guilherme Sommer, foi feita uma listagem prévia de quem teve prejuízos. A equipe da assistência social visitou os locais mais críticos, para atestar a necessidade de algum auxílio específico.

Como funciona

O procedimento de saque pode ser feito pelo aplicativo da Caixa, e os moradores têm até o dia 25 de setembro para solicitar. Para isso, é necessário acessar o sistema do FGTS no aplicativo, indicar a opção do Saque Calamidade, e fornecer uma foto do comprovante de endereço. O documento deve ter data de até 120 dias antes da data da enxurrada – entre 19 de fevereiro e 18 de junho.

Diana ressalta que existem diversas formas de comprovar o endereço, mesmo que não esteja em nome do solicitante, como em nome do cônjuge, filhos ou pais. O valor máximo do saque é de R$ 6.220,00 e esse montante será disponibilizado na conta após a aprovação do pedido. A análise dos documentos será feita pela própria Caixa Econômica Federal.

Acompanhe
nossas
redes sociais