CCR responde com obras. E prefeito cobra respeito

Opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

CCR responde com obras. E prefeito cobra respeito

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

As últimas semanas foram de intensas críticas à concessionária responsável pelas obras de duplicação e ampliação da BR-386. E, sem entrar no mérito de quem colocou a cara a tapa e se manifestou diante do que considera injusto ou imperfeito, é preciso ressaltar a rápida resposta da CCR Via Sul. Ontem, e diante de agentes públicos e privados da região, a direção da empresa anunciou uma passagem em nível sobre a rodovia, para interligar o bairro Pinheiros e a Rota do Sol, em Estrela. Uma obra fundamental para a mobilidade urbana e segurança dos estrelenses e também de todos os motoristas que trafegam diariamente pelo ponto. A previsão é entregar a obra em agosto de 2024. E, diante da contundente novidade, o prefeito Elmar Schneider (MDB) salientou a importância de tratar a concessionária – e os seus representantes – com mais respeito.

Schneider é um político experiente. Por óbvio, ele não citou o vereador de Lajeado, Ederson Spohr (MDB), que na sessão plenária da semana passada chamou os representantes da CCR Via Sul de “canalhas”. Ele também não usou como exemplo os empresários responsáveis pelo protesto da semana retrasada, às margens da rodovia federal. Pelo contrário. O gestor estrelense evitou detalhes e optou pelos elogios à empresa. E mais. Ele abraçou e beijou os representantes da empresa, dramatizou ao extremo ao oferecer água “da própria casa” para os funcionários da concessionária. O objetivo, claro, é reforçar o perfil acolhedor e respeitoso do Vale do Taquari, endireitar e fortalecer a relação entre comunidade e concessionária, e, ao fim de tudo, legitimar as cobranças e celebrar com dignidade as importantes e novas obras no trecho mais movimentado da BR-386.

Agora, a luta é pela sede da PRF em Tabaí

Conforme antecipamos neste espaço, o prédio da Autodemolidora Lajeado foi o ponto melhor avaliado pela 4ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para alocar temporariamente a corporação. E, nessa quinta-feira, a Superintendência Estadual da PRF confirmou o local para servir de unidade até o término das obras da nova sede em Lajeado, às margens da BR-386, e quase na divisa com os municípios de Marques de Souza e Forquetinha. A partir disso, os líderes regionais precisam voltar os olhos para a estrutura de Tabaí, que foi toda reformada pela CCR Via Sul. O espaço está desativado desde meados de 2014. Instalado em ponto estratégico, no entroncamento entre a BR-386 e a RSC-287, a unidade operacional de Tabaí merece uma atenção maior das nossas entidades. É preciso aliar esforços para buscar efetivo e reativar a fiscalização naquele ponto.

Avat presente!

Na edição de ontem, citei algumas entidades e líderes presentes ao Café Empresarial da Cacis, em Estrela, durante palestra do ex-governador, Germano Rigotto. Falei da Amvat, da Amat, mas esqueci de citar a relevante presença dos representantes da Associação dos Vereadores do Vale do Taquari, a nossa estimada e cada vez mais protagonista nos embates regionais, a Avat. Em tempo, segue a imagem de alguns parlamentares presentes ao evento que tratou sobre a reforma tributária.

TIRO CURTO

– A defesa do vereador de Teutônia, Claudiomir de Souza (União Brasil), tentou suspender na justiça a Comissão Processante que poderá cassar o seu mandato. Na alegação, suposta inconstitucionalidade na formatação da denúncia. Por fim, a juíza negou o pedido.
– A câmara de Roca Sales não aprovou a filiação do Executivo à Associação dos Municípios do Alto Taquari, a Amat. Em Muçum, possíveis erros no projeto protelam a votação da mesma matéria. Isso não impede a articulação regional, é claro. Mas, se o objetivo é formalizar de acordo com todas as normas, pode ser sim uma dor de cabeça aos prefeitos.
– Ainda sobre o tema acima, há um entendimento jurídico que sugere a possibilidade do prefeito filiar o município por meio de decreto. Mas alguns gestores não parecem confiar muito nesta tese.
– Em Bom Retiro do Sul, o nome de Juremir Fontana está bem cotado para concorrer a prefeito pelo MDB. Ele concorreu a prefeito em 2008, e o seu candidato a vice era o atual prefeito, Edmilson Busatto (MDB). Eles perderam naquela ocasião.
– A direção da Empresa Pública de Logística Estrela (E-Log) anuncia a contratação de Cristiane Oliveira de Mattos para ser a nova gestora operacional do Aeródromo Regional do Vale do Taquari”. Cristiane já atuou na empresa de assessoria aeronáutica Aerofácil. Ela substitui Matheus Brandt, que deixou a vaga em julho para assumir um posto de piloto na Azul.
– Por falar em E-Log, uma comitiva de Estrela viajou ontem para a cidade de Rio Grande. Por lá, eles realizam visita técnica à sede da Portos RS, ao Parque Científico e Tecnológico (Oceantec) da FURG, e também visitam empresas instaladas na área portuária. Além da direção da empresa pública, também participam o prefeito, Elmar Schneider, os secretários de Administração, Comandante César, e de Desenvolvimento e Sustentabilidade, Carine Schwingel, além de representantes das empresas Nutritec e Launer Química. Na pauta, a busca por conhecimento e inovações para os nossos modais.

OLHAR DO LUCAS


Para aproveitar esse “interminável” veranico de agosto, nosso peregrino de todas as sextas-feiras sugere um passeio até o Arroio Tamanduá, no distrito de mesmo nome, no interior de Marques de Souza. “Águas verdejantes que inspiram”, resume.

Acompanhe
nossas
redes sociais