Secretário Nacional de Comunicação destaca investimentos no Vale

Estrela

Secretário Nacional de Comunicação destaca investimentos no Vale

Encontro ocorreu no auditório da E-Log na manhã desta segunda-feira, 7. Emanuel Hassen de Jesus falou sobre os recursos destinado para reforma da Barragem Eclusa, em Bom Retiro do Sul, e aos hospitais e Estrela e Bruno Born

Por

Secretário Nacional de Comunicação destaca investimentos no Vale
Foto: Karine Pinheiro
Estrela
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O secretário de Comunicação Institucional do governo federal se reuniu com lideranças regionais para destacar os principais investimentos no Vale do Taquari no período de sete meses. O encontro ocorreu na manhã desta segunda-feira, 7, no auditório da E-Log, em Estrela. Durante a reunião ele também ressaltou a importância da união dos municípios em prol da região.

Na avaliação do secretário, a retomada dos programas e projetos sociais tiveram grandes investimentos no Rio Grande do Sul. “Em sete meses do governo, a região foi beneficiada com todas essas iniciativas. Quase todas as cidades do Vale contam com equipes do Brasil Sorridente. São programas que se não liberam recursos diretos para investimento, liberam verbas para que os municípios possam aplicar o dinheiro”, aponta.

Entre os principais investimentos na região, o anúncio de R$ 80 milhões para a reforma da Barragem Eclusa, em Bom Retiro do Sul. As obras estão previstas para ocorrerem ao longo de 37 meses, desde a elaboração do projeto até a execução da reforma. Hassen destaca o potencial logístico que deve ser desenvolvido na região devido à modernização da eclusa, junto aos trabalhos de dragagem do Rio Taquari.

“A partir do momento que a barragem estiver reformada, o Porto de Estrela também opera com maior capacidade. E junto às obras nas rodovias, como na BR-386, e retomada da malha ferroviária, que já utilizamos para o turismo, o potencial logístico também fica maior”, comenta.

Durante o encontro, o secretário também destacou os mais de R$ 5 milhões destinados aos hospitais Bruno Born e Estrela para aquisição de leitos de retaguarda, uma demanda antiga das instituições de saúde. “Isso foi possível devido à união. Por isso, a região precisa participar da construção de projetos e entender o que é coletivo e individual. O Vale tem um potencial enorme”, afirma.

Acompanhe
nossas
redes sociais