Executivo detalha guarda municipal para vereadores

SEGURANÇA

Executivo detalha guarda municipal para vereadores

Pela proposta, agentes de trânsito serão substituídos de maneira gradual. Todos servidores passarão por cursos eliminatórios até a formação da primeira turma

Por

Executivo detalha guarda municipal para vereadores
Projeto é inspirado no que ocorre em Santa Cruz do Sul (Foto: Rodrigo Assmann)
Lajeado

Reunião entre o Executivo e Legislativo na manhã dessa quarta-feira, 7, marcou mais uma etapa em direção à aprovação da guarda municipal. O projeto passa por ajustes solicitados pelos vereadores e, depois disso, deve ser encaminhado à votação na câmara.

A implantação do serviço deverá ocorrer de forma gradual. Em um primeiro momento, após a aprovação do legislativo, o governo municipal fará a contratação dos cursos de formação técnica de segurança e de porte de arma, conforme regras federais, que incluem, entre outros procedimentos, avaliação psicotécnica e aulas de tiro.

Os cursos serão ofertados, primeiro, para os 33 agentes de trânsito em atividade. A prova a que os profissionais serão submetidos é de caráter eliminatório. “Assim, aos poucos o departamento de trânsito vai se tornar uma guarda municipal”, pontua o secretário de Segurança Pública de Lajeado, Paulo Locatelli.
A expectativa é que ao menos a metade dos profissionais deixe de ser agente de trânsito e passe ao cargo de guarda. Aqueles que não foram aprovados, seguem na função atual até a aposentadoria.

Depois disso se abre concurso para guarda municipal, com expectativa de oferta de 13 vagas. “Os aprovados passarão pelo curso integral, e também terão de comprovar competência. Podendo ser reprovado caso não passe no psicotécnico, por exemplo”, explica Locatelli.

O secretário informa também que a guarda tem as mesmas atribuições de fiscal de trânsito, com adição em termos de apoio às polícias, seja operações de prisão, de fiscalização, ou de urgências.
A proposta para instituir uma guarda municipal é debatida faz pelo menos três anos. No texto mais recente, o pedido dos vereadores é para mais detalhes quanto ao plano de carreira e previdenciário frente a mudança de categoria para agentes de trânsito.

Reforço necessário

Segundo o Locatelli, o Departamento de Trânsito de Lajeado completa 25 anos em agosto. Cerca de 45 cidades com esse tempo médio de atuação de agente já se tornaram guarda municipal armada. “É um processo irreversível tendo em vista o avanço do município”, reforça
O vereador Jones Barbosa da Silva, o Vavá (MDB) acredita que da forma como foi apresentado, o projeto será bom para Lajeado. “Da forma como foi apresentado, o projeto é favorável para a cidade. A segurança é uma demanda que somos cobrados e assim teremos um olhar mais atento para cidade”, comenta.

Acompanhe
nossas
redes sociais