Há 20 anos, vandalismo em Westfália

Opinião

Raica Franz Weiss

Raica Franz Weiss

Há 20 anos, vandalismo em Westfália

Por

Britagem Cascalheira | VERTICAL

Arquivo Municipal de Lajeado/O Informativo

Um dos patrimônios históricos da cidade, a casa do “Homem Orquestra”, havia sido alvo de vandalismo. Uma bomba caseira explodiu no banheiro da residência que abrigou Henrique Uebel no século 20. Ele ficou conhecido no Brasil inteiro por fabricar um equipamento em que podia tocar sete instrumentos ao mesmo tempo, o que rendeu a ele o apelido de Homem Orquestra.

A explosão, que envolveu pólvora e jornais, foi tão forte que rachou as paredes de alvenaria, despedaçou a porta de madeira e arrancou o telhado. A casa havia sido construída em 1885 e ficava próxima à antiga prefeitura, nas imediações da atual Emef Vila Schmidt.

Na época, dois jovens de Westfália foram identificados como os responsáveis pelo crime. O município já tinha registrado outros casos de vandalismo e o poder público organizava uma campanha de combate a essas ações. Hoje, a antiga residência do Homem Orquestra já não existe mais.

 

Arquivo Municipal de Lajeado/O Informativo


Enquanto isso…

Fundação da Embrapa – Cinquenta anos atrás, era fundada a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária pelo governo de Emílio Garrastazu Médici. A Embrapa ainda existe e trabalha com pesquisa vinculada ao Ministério da Agricultura e Pecuária. Foi criada, na época, com o objetivo de desenvolver tecnologias e conhecimento voltado à agropecuária brasileira.


HÁ 50 ANOS

Inauguração do Centro de Artes, Ciência e Tecnologia

Na presença do secretário estadual de Educação e Cultura, o Coronel Mauro da Costa Rodrigues, o governo municipal de Estrela inaugurava o novo Centro de Artes, Ciência e Tecnologia (Cact).

Com um quadro de 65 professores, de diversas áreas, o Cact era o segundo centro a funcionar no Rio Grande do Sul. O espaço ficava no prédio do antigo Ginásio Industrial, na rua Coronel Müssnich, onde hoje funciona a Escola Estadual de Educação Profissional Estrela.

Há 50 anos, o Cact oferecia cursos nos seguintes setores: Técnicas Industriais, Comerciais, Agrícolas e Domésticas, Marcenaria e Eletrotécnica. Além disso, o Centro teria laboratórios de audiovisual, com projetores e máquinas fotográficas, de ciência, com microscópios, e laboratório de artes e educação física.

O Memorial de Estrela organiza uma exposição para o mês de maio referente à trajetória da atual Escola Estadual de Educação Profissional Estrela. A abertura da mostra será no dia 29 de abril e a exposição, com 15 painéis, ficará disponível até o dia 30 de maio

Acompanhe
nossas
redes sociais