“Em 15 anos, o Vale será autossuficiente em geração de energia”

ENTREVISTA

“Em 15 anos, o Vale será autossuficiente em geração de energia”

Presidente da Certel, Erineo Hennemann destaca investimentos e perspectivas em entrevista à Rádio A Hora. Cooperativa promove assembleia em Lajeado nesta quinta-feira, 16

Por

“Em 15 anos, o Vale será autossuficiente em geração de energia”
Erineo Hennemann, presidente da Certel (Foto: Rodrigo Gallas)
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O Vale do Taquari será autossuficiente em geração de energia elétrica em 15 anos. A estimativa é do presidente da Certel, Erineo Hennemann. Em entrevista ao programa Frente e Verso, da Rádio A Hora 102.9, nesta quinta-feira, 16, destaca que a construção de um parque eólico e novas hidrelétricas possibilitarão a autonomia energética. Não precisaremos comprar de outros estados, vamos gerar aqui.”

Do lucro de R$ 35 milhões do ano passado, a cooperativa planeja investir R$ 16 mi no fundo de manutenção, distribuição e geração de energia. Conforme o gestor da cooperativa, ao encerrar o financiamento da hidrelétrica Auto da Forqueta, o lucro aumentará e a as hidrelétricas do Vale do Leite e de Bom Retiro receberão mais investimento. A estimativa é atender mais 120 mil pessoas.

Segundo o presidente, a Certel segue um modelo de governança a qual propõe uma participação maior do associado. Por isso, faz questão de fazer as assembleias nas microrregiões com os delegados, porque assim recebe as demandas e apresenta os resultados a todos os associados.

Na noite desta quinta-feira, 16, a partir das 19h, ocorre a assembleia no Colégio Sinodal de Conventos, em Lajeado. Na sexta, 17, no mesmo horário, no Clube Recreativo Teutoniense, também a partir das 19h. Na pauta, prestação de contas do Conselho de Administração, destinação das sobras apuradas, posse dos delegados regionais, eleição e posse dos membros do Conselho Fiscal e aprovação do Plano de Investimentos para o atual exercício.

Assista a entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais