“Resolvi voltar à cancha de bocha aos 84 anos”

ABRE ASPAS

“Resolvi voltar à cancha de bocha aos 84 anos”

Ermilo Hofmeister, o popular “Milo” tem 84 anos, é aposentado e reside em Travesseiro. A idade não impediu o ponteiro de voltar a atuar nas canchas de bocha e jogar torneios na cidade. Com essa iniciativa e força de vontade, ele pretende incentivar e trazer mais adeptos para o esporte muito tradicional na região.

Por

Atualizado sábado,
04 de Março de 2023 às 18:32

“Resolvi voltar à cancha de bocha aos 84 anos”
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Mesmo com essa idade, por que voltar a jogar?
Eu sempre joguei bocha na minha juventude. Estava uns 20 anos parado, longe das canchas, foi quando fui convidado por amigos a jogar um torneio interno no Bar da Ivete (Estabelecimento comercial conhecido em Travesseiro). Aceitei o convite, fizemos uma dupla com Maicon de Castro, o Pitombo e iniciamos os jogos na última semana.

Como foi a volta às canchas?
Infelizmente, perdemos a primeira partida do torneio 12×1. O torneio tem uma duração de 11 semanas, os jogos ocorrem todas as sextas-feiras. Pra mim foi muito tranquilo voltar a jogar, não senti pressão da torcida e nem dificuldades físicas. Apenas por conta da idade tenho algumas limitações, não consigo correr e tenho jogadas mais lentas, mas nada que atrapalhe o andamento do jogo.

Tem alguma técnica especial nos jogos?
As pessoas que assistem me perguntam, como que eu consigo jogar. Eu tento analisar a cancha antes de jogar a bola. A intenção sempre é marcar mais pontos. Sinto que preciso praticar mais, e me aprimorar como nos velhos tempos.

Pretende continuar jogando?
Enquanto tiver convite, disposição e saúde vou jogar. Sou muito grato aos meus amigos e aos organizadores do torneio que me convidaram. Eu quero com isso, incentivar mais pessoas a jogar e participar deste esporte tradicional e bonito, desde os mais novos até os mais velhos.

Quando mais jovem, praticou outro esporte?
Sim. Fui jogador do Clube Esportivo Travesseirense e do SER Juventude aqui no centro. Joguei campeonatos e outras partidas amadoras até meus 58 anos, como zagueiro. Uma lesão no pé me impediu de continuar.

Acompanhe
nossas
redes sociais