Jornada da Fiegenbaum Rodas ilustra como empreender também é marcar as pessoas

Lajeado Empreendedora

Jornada da Fiegenbaum Rodas ilustra como empreender também é marcar as pessoas

Idealizado por Eri Fiegenbaum, em 1977, empresa marcou gerações de lajeadenses e hoje continua sob a liderança de seu filho, Fernando

Por

Atualizado segunda-feira,
23 de Janeiro de 2023 às 10:34

Jornada da Fiegenbaum Rodas ilustra como empreender também é marcar as pessoas
Fernando Fiegenbaum lidera empresa fundada pelo pai, Eri Fernando Fiegenbaum, em 1977. (Foto: J. J. Silva)
Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

Existem empresas em Lajeado que, a depender do tipo de solução que você precisa, o próprio público indica: lá você resolve. A Fiegenbaum Rodas e Consertos, especialista em customização, diamantação, pintura de rodas, entre outros serviços, é uma destas. Afinal, a jornada iniciada por Eri Fiegenbaum há mais de 40 anos e hoje continuada pelo filho, Fernando, estabeleceu não apenas uma referência técnica, mas também afetiva na cidade.

Inaugurada em 1977, a empresa teve sua primeira semente plantada anos antes, quando Eri se mudou do interior de Bom Retiro, onde hoje é Fazenda Vilanova, para Lajeado. Depois de trabalhar em outras empresas, adquiriu seu próprio torno mecânico e iniciou, num pequeno espaço no terreno que, mais tarde, se tornaria a sede da empresa, a atender os primeiros clientes. Fernando lembra que pai era conhecido como Professor Pardal, já que sempre criava novas soluções para resolver os problemas que os clientes traziam. 

“Quando eu era pequeno, lembro que um cliente trouxe a roda de um Del Rey antigo para consertar. Meu pai, então, disse algo como: ‘a gente não pode tornear essa roda, mas vamos endireitar’. A partir disso, ele criou uma máquina que prensa a roda e faz ela voltar para o lugar sem tirar nada do material original. Esse diferencial nos acompanha até hoje”, lembra Fernando.

Formado em Administração, a partir de 1994 Fernando começou a colaborar diretamente com o negócio e foi essencial para o desenvolvimento da empresa no decorrer dos anos. Nesta jornada, a Fiegenbaum atuou em diversas frentes. Esse processo contribuiu para o crescimento da relação dos dois. Durante muito tempo, eles dividiram o serviço e proporcionaram entregas valiosas aos clientes. “O cliente que vem até nós não vê o preço, vê a qualidade”, analisa.

Diferente de outros negócios do setor, o espaço foi sendo ampliado gradativamente. No final dos anos 1990, a família adquiriu um terreno complementar e plantou uma árvore de acerola que está lá até hoje e se tornou uma referência: para os clientes e para Fernando. Afinal, o Velho Fiegenbaum, como Eri era conhecido pelos amigos, protagonizou ali emocionantes histórias com a família, em especial com a neta, filha de Fernando.

“Na pandemia, meu pai adoeceu. Descobriu um câncer e faleceu há pouco mais de um ano e meio. E a árvore é uma recordação dele”, conta emocionado.

O objetivo de Fernando é ampliar a operação e trazer novas alternativas de atendimento aos consumidores de Lajeado, mas sem perder a essência fundada pelo pai de sempre solucionar os problemas – por mais rebuscados que sejam. Afinal, essa é a marca empreendedora da família Fiegenbaum.

Assista ao vídeo exclusivo:

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Grupo A Hora (@grupoahoraoficial)

Ouça o quadro na programação da Rádio A Hora 102.9:

Acompanhe
nossas
redes sociais