Avenida Alberto Pasqualini volta a ter estacionamento rotativo

LAJEADO

Avenida Alberto Pasqualini volta a ter estacionamento rotativo

Prevista no contrato entre a concessionária e a prefeitura, cobrança atende reivindicação de comerciantes

Por

Avenida Alberto Pasqualini volta a ter estacionamento rotativo
É a segunda vez que a concessionária inicia cobrança no trecho. A primeira, entre 2014 e 2015, durou menos de três meses. Crédito: Thiago Maurique
Lajeado

Começa amanhã a cobrança de estacionamento rotativo na avenida Senador Alberto Pasqualini, em Lajeado. Prevista no contrato firmado entre a Stacione Rotativo e o município, a medida atende reivindicação antiga dos comerciantes da área e já foi aplicada, sem sucesso, entre outubro de 2014 e janeiro de 2015.

O trecho compreende um total de 196 vagas entre o início da avenida, nas proximidades do Posto Faleiro, até próximo ao trevo da BR-386. De acordo com o analista de TI da Stacione, João Francisco Padilha Souza, nove profissionais farão a cobrança na área, cuja pintura e sinalização foi finalizada na semana passada.

Empresários com ponto comercial na avenida Alberto Pasqualini defendem a medida, mas cobram efetividade na cobrança e fiscalização. Proprietário de uma loja de vinhos e produtos finos, Dornei Delazari ressalta que, até a semana passada, boa parte da área era pintada de amarelo. “Deveria ser um local com parada de no máximo 15 minutos com pisca alerta ligado, mas como não tem fiscalização, tem pessoas que deixam os carros estacionados o dia todo.”

Segundo ele, a maior parte dos veículos estacionados na via são de pessoas que moram ou trabalham nas proximidades, que ocupam as vagas em frente aos pontos comerciais. “Se a cobrança for efetiva, será muito positivo.”

Marciano da Rosa mantém ponto comercial na Avenida Senador Alberto Pasqualini faz 12 anos e passou por diferentes modalidades de estacionamento em frente ao estabelecimento. “Para nós são apenas duas vagas que já foram área branca, depois azul e agora amarela. Espero que funcione tanto a cobrança quanto a fiscalização, porque algumas pessoas deixam o carro estacionado o dia todo.”

Dono de uma peixaria com 3 meses de funcionamento na avenida, Rodrigo Streck também defende a mudança. Segundo ele, a mudança para a Pasqualini trouxe bons resultados para a empresa, que projeta crescimento ainda maior a partir do rotativo. “O movimento de clientes está bom, mas pode melhorar com rotatividade nas vagas de estacionamento.”

Para Elder Siqueira, que abriu empresa de cervejas especiais na Pasqualini há cerca de 45 dias, a efetividade da medida depende de respeito por parte dos motoristas. “Na faixa amarela, a maioria das pessoas respeita o tempo máximo, mas tem uma minoria que precisa de mais consciência.”

A área terá os mesmos valores, formas de pagamento e penalizações dos demais trechos concedidos. O valor será de R$ 2,50 por hora, com tempo máximo de duas horas. O pagamento mínimo é de R$ 0,60 para 15 minutos.

Tentativa frustrada

A primeira experiência de cobrança de estacionamento rotativo na Avenida Alberto Pasqualini começou no dia 22 de outubro de 2014 e durou menos de três meses. Em janeiro de 2015, a medida foi revogada devido a problemas técnicos e falta de funcionários.

Na época, o então coordenador do Departamento de Trânsito, Euclides Rodrigues, relatou problemas de conexão com a internet nos aparelhos da Stacione, além de dificuldade manter pontos de recarga junto ao comércio do trecho. “O Executivo não abrirá mão da área azul na avenida”, afirmou em reportagem do jornal A Hora do dia 15 de janeiro de 2015. A cobrança será retomada quase 8 anos depois.

Maior tolerância

Já está em vigor alteração que aumenta para dez minutos o tempo de tolerância para o pagamento do estacionamento rotativo em toda a extensão de Lajeado. Até então, se o pagamento não fosse realizado em até cinco minutos após o carro ser estacionado, o veículo recebia um aviso de irregularidade, cujos valores variam de R$ 5 a R$ 25 a depender da reincidência.

Acompanhe
nossas
redes sociais