Vinte anos da praça do Campestre

Opinião

Raica Franz Weiss

Raica Franz Weiss

Vinte anos da praça do Campestre

Por

Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

Uma praça municipal, no bairro Campestre, havia sido inaugurada no ano de 2000. Há duas décadas, em novembro de 2002, o local recebia a nomenclatura oficial: Praça José Antônio dos Santos Costa, localizada entre as ruas João Goulart e Getúlio Vargas.

Conforme notícia do Jornal O Informativo da época, José Antônio dos Santos Costa foi o primeiro morador do local e o antigo dono de muitas terras no bairro Campestre. Costa ajudou a organizar o bairro, foi presidente da igreja e do salão da comunidade. Também foi ele quem pediu a primeira pracinha para o bairro, ainda no governo de Erni Petry.

Em 2002, a praça ainda era circundada por estrada de chão. Hoje, o espaço tem diversas árvores, com ruas de paralelepípedo e asfalto. Neste ano, parte da estrutura da praça recebeu reformas também.Arquivo Municipal de Lajeado/O Informativo


Expansão pelo Vale

Há 20 anos, o Grupo Imec inaugurava a primeira filial em Venâncio Aires. O espaço seria de três mil metros quadrados de área construída e estacionamento para 80 carros. Na ocasião, o vice-presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), Antônio Cesa Longo, participava da solenidade.

Outra empresa do Vale que inaugurava uma filial era o Sicredi Região dos Vales. A cooperativa abria uma nova agência em Encantado, na rua Júlio de Castilhos.

Diretores do Imec participavam da cerimônia de abertura. Crédito: Arquivo Municipal de Lajeado/O Informativo


Enquanto isso…

Fim do “corralito” – Há 20 anos, o governo argentino liberava os saques e depósitos de pesos. Em dezembro de 2001, numa tentativa para conter a crise econômica que a Argentina enfrentava, o governo limitou os saques em contas bancárias a dois mil pesos por mês. Por quase um ano, a população ficou impedida de movimentar grandes quantidades de dinheiro.


HÁ 50 ANOS 

Cinquenta anos atrás, o antigo Centro de Saúde de Lajeado passava por reformas. O prédio havia sido construído em 1962, pelo governo do estado.

Naquela época, o secretário de Saúde do RS era Jair Soares e o Centro de Saúde era chefiado pelo Dr. Nilson Luiz May. Ainda hoje, no local, funciona o Posto de Saúde Municipal, na rua Júlio May, no Centro.

Naquela época, a localização da unidade era estratégica, já que a antiga rodoviária ficava uma quadra abaixo, na rua Borges de Medeiros, ao lado do Colégio Madre Bárbara. O Centro de Saúde de Lajeado tinha unidades menores em Vila Progresso e inauguraria outra em Santa Clara do Sul.

A antiga rodoviária de Lajeado, na rua Borges de Medeiros. Arquivo Municipal de Lajeado


Enquanto isso…

Submarino inglês – Há 50 anos, era lançado ao mar o submarino Tonelero S-21. Ele era o segundo dos três submarinos encomendados pelo Brasil à Inglaterra. Eles faziam parte do Programa Oberon e custaram na época 282 milhões de cruzeiros ao país.

Acompanhe
nossas
redes sociais