Câmara autoriza repasse para compra de escavadeira ao G8

Política

Câmara autoriza repasse para compra de escavadeira ao G8

Investimento no maquinário adquirido pelo consórcio de municípios será de R$ 850 mil

Por

Câmara autoriza repasse para compra de escavadeira ao G8
Repasse do governo para compra do equipamento será de R$ 60 mil. Maquinário ficará 40 dias em cada município. Crédito: Divulgação
Santa Clara do Sul
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O governo municipal confirmou o repasse de R$ 60 mil ao Consórcio Intermunicipal G8 para compra de uma escavadeira hidráulica de uso compartilhado. A aquisição foi autorizada na sessão de ontem, 22, na câmara de vereadores.

Conforme o prefeito Paulo Kohlrausch, será importante ao município ter a disposição o equipamento, pois os valores são repartidos entre as administrações que integram o consórcio, assim como as despesas com operadores e manutenção. A reunião que definiu os detalhes da compra do maquinário ocorreu em maio, no Legislativo de Marques de Souza. O equipamento está orçado em R$ 850 mil, mas pode variar conforma a licitação.

Para compra do maquinário, serão utilizados R$ 350 mil do caixa da entidade. O restante é pago pelas cidades que integram o consórcio – Boqueirão do Leão, Canudos do Vale, Cruzeiro do Sul, Forquetinha, Marques de Souza, Progresso, Sério e Santa Clara do Sul -. A máquina fica 40 dias em cada município e executará serviços conforme a demanda.

Além do crédito para o equipamento, os vereadores autorizaram investimento de R$ 600 mil em diversas secretarias para conservação de ruas, manutenção de serviços e construção e reformas de prédios.

A suplementação contemplou diversas secretarias e possibilita a manutenção também da coleta de lixo na sede e no interior, terraplanagem para investimentos e pequenas reformas no centro administrativo e no prédio do lar geriátrico.

Médico pediatra

O Executivo também encaminhou para análise o projeto de lei que autoriza a contratação temporária de um médico pediatra com objetivo de substituir o antigo profissional, que pediu exoneração na última semana.

Pela proposta, fica autorizada a contratação do profissional pelo período de um ano, com possibilidade de prorrogação por igual período. Com o aumento da demanda e casos de infecções respiratórias, a matéria também prevê a ampliação de carga horária semanal para até 16 horas mediante disponibilidade do profissional.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsAppInstagram / Facebook

Acompanhe
nossas
redes sociais