Um 2022 próspero para o RS

Opinião

Edson Brum

Edson Brum

Único deputado estadual do Vale do Taquari

Assuntos do cotidiano e política

Um 2022 próspero para o RS

Por

Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

É animador iniciar um novo ano com notícias positivas depois de termos enfrentado um período tão difícil. Entramos em 2022 com o Rio Grande do Sul com a menor alíquota modal do ICMS praticada pelos Estados: 17%. Também as novas alíquotas de energia, combustíveis e telecomunicações passaram de 30% para 25%.

Com a aprovação de nova legislação, desburocratizamos e modernizamos mecanismos de incentivo, como o Fundopem. Foram 48 projetos autorizados no ano passado, que somam mais de R$ 752,7 milhões e geram cerca de 1,34 mil empregos.

Vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), o BRDE ultrapassou a marca de R$ 1,4 bilhão em financiamentos para o RS em 2021. Só em dezembro, foram 21 novos contratos assinados que, juntos, somam R$ 322 milhões em novos investimentos. Ao todo, são 120 indústrias se instalando ou ampliando no Estado.

As novas leis também trouxeram ganhos para o Programa Estadual de Desenvolvimento Industrial (Proedi): foram 13 projetos aprovados e mais R$ 104 milhões em investimentos. Podemos citar ainda as normas que passaram a incentivar setores importantes, como a Pró-Etanol, o Marco Legal do Gás, a Lei da Inovação, a Nova Tributação do Aço e o Decreto do E-Commerce.

Aliado a isso, tivemos mais agilidade e receptividade na abertura e na ampliação de negócios e o anúncio de mais de R$ 5 bilhões de investimentos em solo gaúcho feito por seis empresas – CMPC, JBS, Verallia, BRF, Stihl e Todeschini. Ao mesmo tempo, o Produto Interno Bruto (PIB) gaúcho cresceu 12,2% de janeiro a setembro, mais do que o dobro que o nacional.

A presença da nossa Sedec em missões internacionais certamente trará frutos para o Estado. Integramos a missão governamental na Espanha e na França, participamos da feira Anuga, na Alemanha, e estivemos na ExpoDubai, nos Emirados Árabes. Em cada evento, trocamos experiências, fizemos networking empresarial, visitas técnicas e prospecção de novos negócios entre o RS e os países visitados.

Atuamos para o lançamento do Tudo Fácil Empresas, programa criado pela Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul, ligada à Sedec, que permite a abertura de empresas em no máximo 10 minutos. Extinguimos o Diferencial de Alíquota (Difal), o “imposto de fronteira”; criamos o RS Garanti e o Programa de Capacitação de Agentes Municipais de Desenvolvimento.

Se os números de 2021 já se mostraram otimistas, temos certeza de que em 2022 serão ainda melhores.