“Ver os caminhões tomando forma é um passatempo e um lazer”

Abre Aspas

“Ver os caminhões tomando forma é um passatempo e um lazer”

Morador de Progresso, Fernando Giovanella, 37, é caminhoneiro. A paixão pelo veículo surgiu na infância quando desenhava modelos em papel. Agora, naa vida adulta, retomou o hobby e, em vez de desenhar, produz réplicas em madeira, plásticos e MDF.

Por

“Ver os caminhões tomando forma é um passatempo e um lazer”
(Foto: Divulgação)
Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Quando você teve a ideia de criar miniaturas de caminhão e o que te levou a fazer elas?

Desde criança sempre gostei muito de desenhar caminhões e por algumas vezes na infância tentei fabricá-los, porém sempre desistia. Até que, há pouco tempo olhando alguns vídeos na internet, resolvi tentar novamente e deu certo.

O que te fez resgatar essas tentativas na fase adulta?

Bom, o que me fez resgatar, foi a vontade de concluir o que eu nunca consegui quando era criança. Além disso, foi unir as paixões que tenho por miniaturas e por caminhões.

A primeira réplica que você fez, te lembra qual foi o modelo e quanto tempo levou para produzir?

O primeiro modelo que produzi foi uma Mercedes 1620. Sempre gostei muito desse tipo de caminhão e quando retomei com esse hobby tentei logo ele e deu certo. Levei em torno de umas 150 horas pois não tinha muita ideia de como fazer. Fazia uma peça e não ficava bom, aí refazia a peça até ficar da forma que gostaria que ficasse.

Se recorda de quantas miniaturas você já fez?

Até o momento produzi nove caminhões. Estou terminando o nono modelo e já tenho encomenda de outros.

Tem algum que você deseja fazer?

Tem um em especial que quero fazer que é o Mercedes 1113.É um modelo que tem uma história muito rica e também depois de pronto vai chamar muito a atenção do pessoal.

Quais são os materiais que você utiliza na produção dos caminhões?

Os caminhões que fabrico são de madeira e mdf, as sinaleiras faço com as de veículos e as rodas são de plásticos. Levo em torno de 120 horas para montar uma réplica.

O que o caminhão representa na tua vida?

Sempre desenhei muito desde criança. Como sempre gostei muito de caminhões é uma maneira de estar sempre em contato com ele. Ver os caminhões tomando forma é um passatempo e um lazer.

O que pensa para esse hobby no futuro?

Pretendo continuar fabricando os caminhões, conciliando com a minha profissão de caminhoneiro. Além disso quero me aperfeiçoar cada vez mais as miniaturas. Apesar de ser algo recente, alguns que produzi são encomendas de amigos caminhoneiros.

Acompanhe
nossas
redes sociais