Patrona e Monja

Opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Patrona e Monja

Por

Vale do Taquari
CRON - Novembro Azul - Lateral vertical - Final vertical

A Feira do Livro de Santa Clara do Sul retorna neste ano com uma atração especial. A Monja Coen será a patrona da 18ª edição do evento, que será realizado nos dias 3, 4, 5 e 6 de novembro, no ginásio municipal. Ela participa da abertura da programação, no dia 3, às 19h45min, com uma palestra virtual. Moen é fundadora da Comunidade Zen Budista Zendo Brasil e assina os livros “Viva Zen”, “Palavras do Darma” e “Zen para Distraídos”.

Banco de Ideias Legislativas

O suplente de vereador em Lajeado, Rodrigo Conte (PSB), protocolou projeto para instituir o projeto “Bancos de Ideias Legislativas”. A proposta permite ao cidadão ou entidade da sociedade civil opinar sobre projetos de lei, propostas de emenda a leis e outras proposições em tramitação na Câmara. E os parlamentares podem se valer das sugestões catalogadas para elaborar e protocolar novas sugestões. A ferramenta já existe na Câmara e no Senado Federal.

Sandri na Assembleia?

O suplente de vereador Douglas Sandri (Novo), que hoje atua como Assessor Parlamentar do deputado federal de São Paulo, Alexis Fonteyne, pode assumir uma cadeira na assembleia gaúcha. Para isso, porém, é preciso mudar o regimento interno. Hoje, os suplentes são convocados pela Mesa Diretora mediante falecimento, renúncia, perda de mandato, licença médica superior a 120 dias e investidura em outros cargos públicos por parte dos titulares.

A assembleia estuda mudanças nestas regras. Entre essas, a possibilidade de o titular pedir licença interesse de 60 dias, não remunerada, e a pedido do próprio deputado. Se a mudança for aprovada, Sandri deve assumir durante dois meses a cadeira do colega, Giuseppe Riesgo. Sandri também deve ser um dos principais candidatos do Vale do Taquari à assembleia gaúcha em 2022. Resta saber, porém, se o lajeadense permanece no Partido Novo até o pleito.

Levantou a lebre

Em Encantado, o advogado Daniel Ângelo Passaia angariou 1.120 assinaturas para o projeto de lei que limita em uma reeleição o quadro do legislativo municipal. Para levar a proposta adiante, ele precisava de 875 assinaturas. “Espero que outros municípios façam o mesmo”, ressalta. A bem da verdade, ele sabe da dificuldade de emplacar tal matéria. Mas, se a intenção era chamar a atenção dos eleitores mais críticos, ele já garantiu êxito.

Empresários na política

O campo político é árduo para os empresários. Mesmo assim, muitos arriscam deixar o empreendedorismo um pouco de lado para dedicar tempo e trabalho aos partidos. É o caso de Roberto Argenta, que está de volta ao cenário eleitoral. Ele já foi vereador e prefeito em Igrejinha, e também deputado federal pelo PFL. Faz poucas semanas, ele se filiou ao MDB e já é um dos principais nomes para concorrer a governador. Ontem, o também presidente da Calçados Beira Rio participou do evento Caminhos do Rio Grande, realizado no Estrela Palace Hotel.

Desabafo

Leitora envia uma mensagem sobre o tópico de ontem, referente aos embalos e abalos no bairro Universitário. Segue o desabafo. “Moro atrás dos bares da Alberto Muller. O barulho é insuportável, e o barulho que os clientes fazem na rua, também. Morar ali está ficando cada vez mais complicado. Entramos várias vezes em contato com a polícia e nada. Tivemos reunião com a prefeitura e eles dizem que não podem fazer muito para ajudar. Então, podemos fazer o que? Tomar remédio para dormir, rezar para não ter vômito ou urina na frente da sua casa quando acordar? Fora que a rua virou ponto de uso e venda de drogas. Está bem complicado”. E não é de hoje!

Tiro Curto

  • Um veto à transparência. Em Lajeado, o prefeito Marcelo Caumo (PP) vetou a matéria proposta e aprovada pelo legislativo, que disponibilizaria a lista dos remédios em falta na Farmácia Escola. E a maioria dos vereadores aceitou o incompreensível veto;
  • O prefeito de Arroio do Meio, Danilo Bruxel (PP), sabe que precisa trabalhar muito para não devolver a prefeitura ao MDB. Isso porque o ex-prefeito, Sidnei Eckert, já trabalha pensando nas eleições municipais de 2024;
  • Em Teutônia, Fernando Fernandes foi reeleito como presidente do diretório municipal do PSB. Com esse novo mandato, o ex-assessor do deputado federal Heitor Schuch (PSB) completará 17 anos à frente da sigla na cidade;
  • Um grupo de investidores de Novo Hamburgo está interessado na Santa Rita. Eles projetam investimento de R$ 4,5 milhões para geração de energia. Já o governo estuda a concessão da área para uma pousada, com auxílio do empresário Rafael Fontana.