Município renova promessa de reativar Casa do Morro

Cruzeiro do Sul

Município renova promessa de reativar Casa do Morro

Administração quer iniciar reforma nas próximas semanas. Espaço vai abrigar a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes. Amturvales também elabora propostas para explorar potencial turístico do local

Por

Atualizado sábado,
16 de Junho de 2021 às 08:35

Município renova promessa de reativar Casa do Morro
Casa do Morro está sem utilização desde o início dos anos 2000 (Foto: Bibiana Faleiro)
Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O espaço já foi residência, restaurante, biblioteca e museu. Sem atividade por quase duas décadas, o município de Cruzeiro do Sul quer finalizar a restauração da conhecida Casa do Morro. Esse é um pedido antigo da comunidade, e a obra deve ser concluída ainda este ano.

Incentivada pela expectativa de crescimento do turismo regional com a construção do Cristo Protetor de Encantado, a administração quer iniciar as obras no local nas próximas semanas. O objetivo é restaurar o prédio para voltar a servir ao município. O projeto deve ser concluído até 22 de novembro, aniversário da cidade.

“Pela história que a casa tem no nosso município, várias administrações tinham planos de fazer ela voltar a funcionar. Mas chegou o momento, não podemos mais adiar. Talvez o próprio Cristo tenha feito com que víssemos que esse era o momento, nada mais justo do que a nossa casa histórica estar pronta também”, ressalta o prefeito João Dullius.

O projeto está em fase orçamentária. “Assim que tivermos esses pontos levantados, vamos dar início às obras”, garante o prefeito. A ideia é que o espaço sirva como sede para a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes do município. A possibilidade de colocar a câmara de vereadores também foi levantada.

Amturvales tem propostas para o entorno da construção, como um mirante (Foto: Bibiana Faleiro)

Um espaço de cultura e educação

Segundo Dullius, a proposta é oferecer, principalmente ao setor de educação localizado dentro da prefeitura, um espaço amplo e adequado para receber famílias e alunos. “Às vezes existem assuntos que precisam de certa privacidade, e esse local, nós não temos hoje”, ressalta o prefeito.

O fato da secretaria também abrigar as pastas de cultura e turismo contribuiu para a sugestão. De acordo com a coordenadora do setor de indústria, comércio e turismo de Cruzeiro do Sul, e integrante da diretoria da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales), Aline Moreno, a proposta para alocar a secretaria também quer preservar o aspecto cultural da construção.

A ideia é criar uma espécie de memorial com a história da casa. “Não está tudo 100% definido, mas queremos tentar resgatar essa história nas escolas e no município, até para a comunidade visitar depois”, destaca Aline.

Uma reforma inicial já foi feita nos últimos anos. Agora é preciso finalizar, com o reboco e reparos na estrutura. Segundo a coordenadora, os recursos para este primeiro processo serão do município.

Uma proposta para o turismo

Além disso, a Amturvales estuda colocar a Casa do Morro na rota turística em elaboração no Vale do Taquari. Para isso, pensa em projetos para o entorno da construção, para a valorização da vista com um mirantes, dos estabelecimentos comerciais e do próprio morro.

“Ainda não temos uma definição concreta, mas estamos com várias propostas, muitas coisas legais vindo por aí. São ideias ambiciosas, acho que o município merece. Temos um sonho de ver a casa ativa de novo. Tem tudo para dar certo”, ressalta Aline.
Outras propostas para a ocupação da Casa do Morro já foram pensadas pela comunidade. Uma delas é da arquiteta e urbanista Marcela Marmitt Rodrigues com um projeto para a ocupação da casa com um café e livraria, com livros da Biblioteca Municipal.

Acompanhe
nossas
redes sociais