Caminhos da boa gestão

opinião

Edson Brum

Edson Brum

Único deputado estadual do Vale do Taquari

Assuntos do cotidiano e política

Caminhos da boa gestão

Por

Estado
Tudo na Hora 2 - Lateral vertical - Final vertical

O início de um novo ano é sempre uma oportunidade para definirmos metas e recomeços. Traçarmos os objetivos e como faremos para atingi-los . Na gestão pública, isso não é diferente.

Em 2021, os novos prefeitos, vices e vereadores assumiram os seus cargos nos 5.570 municípios brasileiros. Eleitos democraticamente, todos terão pela frente muito trabalho e precisarão se dedicar incansavelmente para honrar os votos recebidos. Ocupar uma função pública exige comprometimento e empenho diários, especialmente diante da realidade que vivemos.

Seguimos enfrentando um momento desafiador porque a pandemia causada pela covid-19 se mantém em curso. Em nosso Estado, especificamente, a situação ainda é agravada pelas duas estiagens consecutivas que trouxeram prejuízos significativos para o agronegócio e até falta de água para o consumo humano em alguns municípios.

A economia fragilizada por essas duas questões aumenta ainda mais a responsabilidade dos nossos gestores e faz com que as prefeituras e as Câmaras de Vereadores se tornem imprescindíveis na vida da população. É preciso colaborar e pensar no cidadão porque é no município que tudo acontece.

É essencial que cada um dos novos representantes tenha ciência que os três principais nortes de uma administração pública são efetividade, eficácia e eficiência. Não há espaço e nem tolerância para o desperdício e a corrupção. Somos agentes públicos eleitos pelo povo e precisamos trabalhar com foco no corte de gastos, na transparência e nos resultados.

Esse contexto demanda que os gestores estejam preparados para entregar um serviço melhor com o uso de menos recursos. Adotar uma cultura de gestão inteligente com base em dados pode auxiliar nesse processo. Por meio dela, é possível mensurar metas e definir estratégias internas com facilidade, além de promover mudanças rápidas, assertivas e eficientes no governo.

Outro ponto que merece ser levado em consideração é o envolvimento com a sociedade. Sugiro que incentivem a participação da comunidade na administração pública, aproximando as pessoas do governo. Uma das alternativas é criar canais de comunicação e convocar o cidadão para contribuir na tomada de decisão e na fiscalização das ações.

Por fim, desejo saúde a todos para trabalhar pelos seus municípios e reforço que o nosso mandato na Assembleia Legislativa está à disposição, como uma extensão da atuação de cada prefeito, vice e vereador. Estaremos juntos na luta por melhorias para o nosso povo gaúcho.