Seca provoca cenário desolador

opinião

Deolí Gräff

Deolí Gräff

Jornalista

Coluna sobre sociedade, arte, cultura e expressões comunitárias.

Seca provoca cenário desolador

Por

Vale do Taquari
Tudo na Hora 2 - Lateral vertical - Final vertical

A falta de chuva está causando cenários incríveis na região. Arroios secos e outros com um filete de água como mostram as duas imagens do arroio na gruta Nossa Senhora de Lourdes, na localidade de Linha Alegre, interior de Capitão. A luta de agricultores em conseguir água para os animais é diária.

Os prejuízos na lavoura são imensos. Além da preocupação com o coronavírus, tem a seca para dificultar a vida no meio rural.


Aniversário à distância

O aniversário de 75 anos de Isoldia Röhsig foi comemorado do jeito como recomendam as autoridades em tempos de quarentena. No sábado, à tarde, os filhos, netos, genro e nora se reuniram em frente ao edifício, no centro de Lajeado, para fazer a homenagem. Da janela, ao lado do marido, Erni, eles ficaram somente na troca de acenos e no canto do Parabéns a Você, que foi acompanhado, no trompete, pelo vizinho Sélpio Drebes. A filha Carina, que reside em Portão, veio para Lajeado com o marido e as filhas para a homenagem.


Novo pastor

O pastor Ademir Edison Trentini assumiu na Comunidade Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) de Marques de Sousa. Ele veio transferido de Ibirubá. É casado com a diácona Roselaine e tem três filhos. Ele preenche o lugar deixado pelo pastor Josias Hilbert Hegele, que foi transferido para a Alemanha. Continua na mesma paróquia o pastor Paulo Daenecke.


Homenagem

Foi um momento emocionante a homenagem do músico Ricardo Petter aos profissionais da saúde, segurança e a todas as pessoas envolvidas e dedicadas em manter serviços de atendimento à população neste período de pandemia do Coronavírus. Na manhã de sexta-feira, dia 1º/05, a “serenata” na rua em frente ao HBB emocionou a todos. Dezenas de vídeos circularam pelas redes sociais e mereceram comentários elogiosos aos profissionais de diferentes áreas. Aplausos ao Ricardo Petter, que nos representou muito bem.


Seminário tradicionalista

O 1º Seminário Online (vídeo conferência), intitulado “Indumentária: Nossa identidade cultural”, promovido pelo Departamento Cultural do CTG Bento Gonçalves e com o apoio da gestão de prendas e peões, foi considerado iniciativa inédita entre os CTG filiados ao MTG. A palestra foi ministrada por Ana Paula Vieira Labres. O evento, realizado sábado, 02/05, conectou pessoas de 18 Regiões Tradicionalistas do MTG-RS e ainda a 7ª Região Tradicionalista do MTG do Paraná. Entre os participantes virtuais, estiveram a coordenadora da 24ª Região Tradicionalista, Luce Carmem da Rosa Meyer, e também a presidente do MTG, Gilda Galeazzi.


Convenção da CDL

A 20ª Convenção Lojista da CDL de Lajeado, prevista para 1º de julho, foi transferida para junho de 2021. O anúncio foi feito pelo vice-presidente de Capacitação da CDL, Carlos Haas Oliveira.


MTG transfere Ciranda de Prendas

O MTG decidiu transferir para 2021 a Ciranda Cultural de Prendas e o Entrevero Cultural de Peões, que estavam previstos para abril, maio e junho. As prendas e peões que concorreriam neste ano, tanto na fase regional como na fase estadual, têm o direito adquirido para 2021. O MTG decidiu também que, não havendo concurso, seguem nos cargos os titulados da atual gestão estadual.


Diocese entra na campanha de máscaras

A Diocese de Santa Cruz do Sul adquiriu material para confecção de mais de 10 mil máscaras, que estão sendo feitas por pessoas voluntárias, especialmente pelo projeto diocesano Cora Coralina. As peças estão sendo doadas para hospitais, casas geriátricas e outras pessoas necessitadas.

– A Diocese também está disponibilizando conta bancárias para depósitos espontâneos de pessoas que desejam ajudar financeiramente. Estes valores serão investidos no auxílio a pessoas com necessidades. Banco Sicredi – Ag 0156 c/c 50041-0.


Velórios

A despedida das pessoas que estão falecendo por outro motivo, que não seja a Covid-19, está ocorrendo em horário marcado de início e fim, com duração aproximada de três horas. Depois que passar a pandemia, este sistema de velório irá continuar?


Os pequenos

Para os pequenos/micro empreendedores esta quarentena está sendo complicada. Ficar em casa, em isolamento, é uma tortura. Não dá para ficar sossegado. As contas chegam e não há dinheiro para pagar. A realidade deles é cruel.