Parabéns a Você!

Opinião

Ricardo Petter

Ricardo Petter

Músico e professor

Parabéns a Você!

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Oi, gente! Hoje vamos falar sobre a origem de uma das melodias mais conhecidas do mundo: Happy Birthday to You, que, na versão tupiniquim, cantamos (e como cantamos!) “Parabéns a Você”! Aliás, aprendemos a cantar, ou pelo menos a bater palmas no ritmo dessa canção, ainda bebês. É comum ver “papis”, “mamis” e “profis” ensaiarem a melodia para o aniversário de 1 aninho. Entretanto algumas coisas fazem parte da nossa vida há tanto tempo que nem sabemos como elas surgiram. Então, vamos lá!
A história toda começou com as irmãs Mildred Jane Hill e Patty Smith Hill, naturais de Louisville (estado Kentucky), do leste dos Estados Unidos. Mildred era compositora e professora de Música. Já Patty era professora do principal jardim de infância de Louisville. No fim do século XIX e início do século XX, os educadores começaram a usar canções no ensino das crianças e as irmãs Mildred e Patty uniram suas habilidades para criar músicas infantis, utilizando melodias próprias ou de músicas da época.
Uma das canções criadas foi Good Morning to All que, em português, significa “Bom-dia a Todos”. Patty cantava a música quando as crianças entravam na escola pela manhã. Essa canção tinha a mesma melodia daquela que se tornaria, anos mais tarde, o hino dos aniversários.
No entanto, no começo do século XX, a melodia começa a aparecer com uma letra alterada, quando substituíram o trecho Good Morning to All por Happy Birthday to You. Naquela época, as festas de aniversário com crianças popularizaram-se nos Estados Unidos, o que motivou alguns compositores a criarem canções para manifestar os cumprimentos.
Ricardo
A versão brasileira chegou em 1942, através de um concurso da Rádio Tupi do Rio de Janeiro. A paulista Bertha Celeste Homem de Mello criou o popularíssimo “Parabéns a você / Nesta data querida / Muita felicidade / Muitos anos de vida”. Dona Bertha, como era chamada, até os últimos anos de sua vida irritava-se quando alguém cantava errado um trecho de sua versão. O correto é “Parabéns a você”, e não “pra você”, e “muita felicidade”, no singular. É claro que num país continental como o Brasil, as diferenças seriam inevitáveis – e vão muito além de um simples plural.
No Rio Grande do Sul, o “Parabéns Gaúcho”, criado por Dimas Costa (radialista do histórico “Grande Rodeio Coringa”) popularizou outra forma de celebrar um aniversário: “Parabéns, parabéns / Saúde e felicidade / Que tu colhas sempre todo dia / Paz e alegria na lavoura da amizade”.

Acompanhe
nossas
redes sociais