Arte na Praça da Matriz supera expectativas

Lajeado

Arte na Praça da Matriz supera expectativas

Organizadores projetam continuidade. Próxima edição ocorre dia 20 de março

Por

Arte na Praça da Matriz supera expectativas
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A segunda edição do evento que levou trabalhos artesanais ao centro durante o domingo, 21, teve retorno positivo. Segundo os organizadores, o levantamento do número de visitantes será concluído durante a semana, mas uma prévia garante a continuidade do evento na Praça da Matriz.

De acordo com a presidente da Associação de Artesãos do Município, Leila Kauffmann, responsável pelo evento, os resultados superaram as expectativas. Apoiado pela Secretaria de Cultura (Secultur), revela, o Arte na Praça da Matriz tem tudo para se tornar uma tradição no município.

As cerca de 50 bancas de artesãos locais e do Vale do Taquari abriram às 10h. Além de objetos de decoração e utilidade caseira, a programação contou com apresentações culturais, que garantiram a constância do público até o encerramento, às 20h.

Para o artesão Sérgio Bacci, além de a comunidade conhecer a produção local, a credibilidade dos artesãos aumenta. “É uma renda extra que entra. É uma oportunidade para o turismo e para nós”, comenta.

Conforme Leila, um dos objetivos é tornar o evento uma referência em produtos artesanais na região. Além de democratizar a

utilização da Praça da Matriz e de outros espaços públicos. “Queremos ampliar a participação das pessoas”, projeta.

Receita do sucesso

Segundo Leia, o engajamento de expositores, colaboradores e apoiadores foi fator determinante para que o público se sentisse à vontade. Apresentações como a do grupo de Capoeira Oxósse, destaca, da cantora Lucia Duarte e do músico Marco Guimarães deram um diferencial à atividade.

Dessa maneira, projeta, é possível garantir uma agenda fixa para as próximas edições, que devem ocorrer no terceiro domingo de cada mês. O terceiro Arte na Praça da Matriz já está agendado para 20 de março.

O número de artesão deve ser ainda maior, prevê Leila, pois nesse domingo algumas pessoas demonstraram intenção de participar, mas não confirmaram o cadastro em tempo hábil. “Sabemos que é uma iniciativa nova, mas é assim que começa, e tanto público quanto artesãos divulgam e contribuem para o crescimento”, comemora.

Demandas

De acordo com Leila, além do incentivo à categoria, uma das principais pretensões da ação é alertar as autoridades para os problemas da Praça da Matriz. Mesmo com dificuldades, pondera, querem utilizar o espaço para lutar por melhorias que oportunizem a realização de outros eventos. “Queremos agregar cada vez mais apoiadores para que um dia as pessoas se sintam livres para circular pela praça”, conclui.

Acompanhe
nossas
redes sociais