Brigada Militar vigiará casas de veranistas

Notícia

Brigada Militar vigiará casas de veranistas

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Moradores que plane­jam viajar durante o veraneio podem se inscrever a par­tir de hoje no Programa Férias Tranquilas. O serviço consiste em patrulhar todos os dias as casas cadastradas. Os policiais deixam um bilhete com a data e horário das vistorias.

Todos os municípios da região terão o atendimento. Interessados podem procurar qualquer posto da Brigada Militar (BM) e preen­cher um documento com o dia da saída e a previsão de retorno. Ali constam informações exclusivas à polícia com telefone de contato para eventual ocorrência.a

Moradora de Forquetinha, Mar­li Mittelstatt, 42, se inscreveu no programa pela primeira vez em 2007. Depois disso, sempre procu­ra a BM. Ela avisa amigos e pa­rentes quando viaja, mas ressalta que o serviço é indispensável. “Me sinto mais segura.”

O serviço é prestado na região desde 2002. Segundo o comandan­te do 22º Batalhão de Polícia Mili­tar (BPM), major César Pereira da Silva, o programa se estende até o fim de fevereiro.

A vistoria diminui a incidên­cia de crimes. Porém, a procura pelo serviço é pouca. Em 2010, cerca de 160 casas foram cadas­tradas nos 43 municípios aten­didos pelo Comando Regional de Policiamento Ostensivo (CRPO) do Vale do Taquari.

Na área de atuação do 40° BPM, Estrela é um dos municípios que tem o serviço desde os primeiros anos. O resultado demonstra que­da no número de furtos.

Conforme a comandante do ba­talhão, major Nádia Gerhard, ne­nhuma ocorrência foi registrada nas residências inscritas no pro­grama. “A cada ano, mais pesso­as procuram o serviço.” Em 2002, foram dez inscritos. No veraneio passado, o número superou 60 propriedades.

De acordo com Pereira da Silva, uma planilha é feita levando em consideração as áreas da cidade. Em caso de retorno antes do previs­to, o morador deve avisar a BM.

Dicas de segurança

– Verificar se portas e jane­las estão bem trancadas;

– Evitar deixar luzes acesas durante o dia (isso mostra que não tem ninguém em casa);

– Baixar o volume do tele­fone ou desligá-lo;

– Pedir para alguém reco­lher jornais e correspondên­cias;

– Deixar as chaves com al­gum parente ou amigo;

– Avisar os vizinhos para que se verem algo suspeito, ligar à BM

Acompanhe
nossas
redes sociais