Comunidade se mobiliza para a Expofest

Notícia

Comunidade se mobiliza para a Expofest

Por

Neste fim de semana, o projeto da admi­nistração munici­pal em promover o turismo regional será discu­tido durante a realização da 3ª Forquetinha Expofest. O evento ocorre de sexta-feira a domingo, no Parque de Ex­posições Christoph Bauer e é coordenado pelo Centro de Cultura Alemã.

A economia do município é baseada no setor primário, sendo que 64,69% da arreca­dação provém de atividades agrícolas. A diversificação será um dos temas abordados no evento, durante o 2º Semi­nário Regional do Turismo.

Faltando um dia para o lan­çamento, os 98 espaços coloca­dos à disposição de empresas e comerciantes foram vendidos. Do total, 63 estandes estão na parte interna e 35 na externa. Empresas locais receberam desconto de R$ 50 no valor e ocuparão 13 espaços.

Segundo a presidente da feira, Marinês Wolfart, são esperados mais de 20 mil vi­sitantes. Para garantir esta­cionamento serão oferecidas mais de mil vagas. Cerca de 30 pessoas trabalham no par­que, incluindo funcionários terceirizados.

A secretária ressalta que uma das vantagens do muni­cípio em relação a outros é ter um ambiente propício para uma feira. “Não teremos gas­tos com lonas e estandes, pois temos toda estrutura.”a

Ela comenta que em boa parte das feiras há shows estaduais e até nacionais. Na Expofest, essa atividade dará lugar a bailes. Ao todo serão nove bandas, que se apresen­tarão de forma simultânea em três pistas, durante todo o fim de semana. Visitantes se­rão recepcionados na BR-386 com música.

O secretário da Administra­ção, Paulo Ströeher adianta que ocorrerão torneios de bo­lão e eisstocksport. Farão par­te do evento: exposições per­manentes, como comercial, industrial, agroindustrial, ar­tesanato, parque de diversões, gastronomia, moinho colo­nial, minimundo e exposição de pequenos animais.

O parque como referência

Valdori Sauter, 50, é fun­cionário público e responsá­vel pelas obras realizadas no Parque de Exposições Chris­toph Bauer. Apesar de traba­lhar todos os dias no local, não é isto que lhe dá o gosto em frequentá-lo, fora do ex­pediente, com a sua família.

Nas sextas-feiras à noi­te, ele se reúne com amigos para jogar bolão e eisstocks­port. Diz que um ambiente assim era o que faltava no município, e muitas famílias preferem passar o fim de se­mana no parque em vez de ficarem em suas casas. “Aqui há espaço para diversão e descanso. Toda a comunida­de participa.”

O embelezamento de pré­dios e jardins é feito pela pri­meira-dama Olinda Richter, 62, desde a primeira realiza­ção da feira. Sempre que há algum evento previsto no ca­lendário, dias antes ela está no local, preparando tudo.

Neste ano, ela recebe a ajuda de Rosane Kruger, 44. Juntas, plantam flores a fim de embelezar a área que recepcionará milhares de vi­sitantes. Entre as variedades estão: a alegria de jardim, ta­getes, cravinas e três marias.

Apenas no relógio de flores foram plantados mais de mil exemplares. Em todo o par­que, são mais de três mil. “Deixamos tudo em ordem para que no dia não haja correria.”

Olinda ressalta que é preciso deixar o ambien­te bonito o ano inteiro. Segundo ela, o parque tornou-se uma referência para a comunidade.

Seminário marca o lançamento

Segundo a assessora admi­nistrativa e turismóloga He­loísa Martins, no município há diversos atrativos turís­ticos, mas poucas pessoas se interessam em trabalhar no setor.

Todo apoio ao início da prá­tica turística no município será discutido no 2º Seminá­rio Regional do Turismo, que terá apoio da Associação dos Municípios de Turismo do Vale do Taquari (Amturva­les), em parceria com o G8. O evento ocorre amanhã a par­tir das 15h30min, no Salão de Pedras.

Durante a realização do evento, grupos que estiverem previamente agendados farão um roteiro pelo município, com o apoio de guias locais.

Após o seminário será re­alizado o desfile temático, a partir das 19h. Com grande adesão da comunidade, a ati­vidade será um dos pontos culminantes da feira. Diver­sas entidades como clubes de mães, escolas, grupos sociais, administração municipal, agroindústrias estão confir­mados.