Vale tem mais de 1,6 mil novos filiados

Notícia

Vale tem mais de 1,6 mil novos filiados

Por

Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

Os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontam que o número de eleito­res filiados a algum partido político aumentou 3,3% nos últimos três meses. Hoje, são 51.203 ante 49.527 de 1º de julho, conforme a reportagem do A Hora.

O Brasil tem 29 siglas registra­das na Justiça Eleitoral. Destas, 25 estão representadas no Vale. Entre elas, estão as duas novas: o Partido da Social Democracia (PSD) e o Partido da Pátria Livre (PPL), com os registros autoriza­dos no início deste mês.

O município da região com maior número de envolvidos com a política é Forquetinha. Dos 2.448 habitantes, 1.066 são filiados, um total de 43,19%. O Partido Progressista (PP) lide­ra, com 409 fichas, seguido do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), com 337 e do Partido do Movimento Democrático Brasi­leiro (PMDB), com 162.

A realidade difere quanto aos dados do maior município do Vale. Lajeado tem 5.888 filiados de uma população de 72.337 habitantes – 8,14% do total. O PP é o primeiro, com 1.342 fi­liações, acompanhada do PDT (1.184) e PSDB (945).

A legenda que mais cresceu nos últimos três meses não apa­rece entre as maiores. O Partido Socialista Brasileiro (PSB) incre­mentou o quadro em 71,33%, passando de 558 para 956.

O coordenador da sigla na re­gião, Fernando Fernandes apon­ta as eleições estaduais como o principal fator para o aumento. O PSB ocupa o cargo de vice-governador e quatro vagas na Assembleia Legislativa. No Congresso, são três deputados federais.

Maior partido da região tem desfiliados

O PMDB segue como o maior do Vale. São 13.502 filiados, segundo os dados atuais do TSE. Mas, a legenda perdeu es­paço nos últimos três meses, com a saída de 229 pessoas – uma queda de 1,67%.

O coordenador regional do partido, Gilberto Keller aponta o cenário da política estadual para a diminuição no quadro. “Com a proximidade das elei­ções, os que não estão 100% convictos de sua posição par­tidária vão para aqueles que estão no poder.”

As baixas não afetam o pensamento do partido para o pleito municipal. Keller acredita que o partido estará presente na maioria dos Exe­cutivos e com uma grande re­presentação nas câmaras de vereadores.

Outras três legendas tiveram queda nas filiações: PHS (-5,38%), DEM (-1,56%) e PDT (-0,6%).

Calendário das Eleições

2012

– 1º de janeiro: Institutos de pesquisas são obri­gados a registrar os levantamentos;

– 9 de maio: Último dia para regularizar o título de eleitor;

– 10 a 30 de junho: Convenções para a escolha dos candidatos;

– 5 de julho: Fim do prazo para o registro dos candidatos;

– 21 de agosto: Início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV;

– 4 de outubro: Fim da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV;

– 5 de outubro: Fim da propaganda política paga em mídia impressa;

– 6 de outubro: Fim da propaganda por meio de alto-falante e distribuição de materiais gráficos;

– 7 de outubro: eleições municipais proporcionais e 1º turno das majoritárias;

– 28 de outubro: eleições para os municípios que tiverem segundo turno.

Acompanhe
nossas
redes sociais