Famílias podem retirar Fundo de Garantia

Notícia

Famílias podem retirar Fundo de Garantia

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

As famílias atingidas pela enchente, em ju­lho e agosto, podem retirar a partir desta semana o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) antecipado.

O fundo teve a liberação an­tecipada, conforme solicitação da Defesa Civil do município, a fim de reconstruir e conser­tar as casas. Todas as pessoas atingidas pela enchente devem comparecer à Assistência So­cial com documento de iden­tidade, carteira de trabalho e comprovante de residência (última conta de luz, água ou aluguel).a

Conforme a secretária da As­sistência Social, Valéria Caldas, cada pessoa recebe uma ficha de encaminhamento para a Caixa Econômica Federal (CEF), onde poderá retirar o dinheiro.

O atendente da CEF, Fábio Marcon informa que o valor do benefício corresponde ao acumulado de 8% do salário depositado todos os anos pelo empregador.

Por se tratar de um saque emergencial, devido à enchen­te, o governo liberou a retirada antecipada. Independentemen­te do tempo de trabalho, cada pessoa poderá retirar até R$ 5,4 mil de todo o valor contido no fundo pessoal.

As duas últimas cheias do Rio Taquari atingiram 14 bairros no município, totalizando 12,5 mil pessoas. Destas, 1.780 fo­ram desalojadas e 440 ficaram desabrigadas. O bairro mais atingido foi o Navegantes, com 310 famílias retiradas.

O casal de aposentados Isol­de, 58 e Egídio Marche, 69, foi afetado. Nascidos no bairro, eles tiveram parte da casa des­truída pela última enchente. Depois de um mês, recoloca­ram as telhas que ainda res­taram e cobriram o forro com lona para evitar a passagem da água da chuva, mantendo algumas goteiras.

O forro, assim como a maior parte do assoalho, está com­prometido. Com o fundo de ga­rantia, a família reformará o telhado e o piso da casa.

Dias de atendimento nos bairros

Terça e quarta-feira

Bairro Navegantes e Nossa Senhora Aparecida

Quinta-feira

Vila Moça, Vila Amazonas, Barra do Jacaré e Jacarezi­nho

Sexta-feira

São José, Porto XV, San­ta Clara, Centro, Barra do Guaporé, Lajeadinho, Pal­mas e Lago Azul

Documentos necessários

Carteira de identidade, car­teira de trabalho e compro­vante de residência

Lajeado e Estrela

Em Lajeado, as famílias atin­gidas pela enchente de 21 de ju­lho devem se dirigir à agência da CEF até segunda-feira, 31, caso contrário perderão o prazo para encaminhar o saque do FGTS.

O benefício foi liberado para moradores que tiveram suas re­sidências atingidas pela água. Daniel da Silveira mora com sete pessoas e outras 11 famí­lias dentro do salão paroquial há quase três meses. Ele ainda não encaminhou o pedido para rece­ber o FGTS. “Vou me programar para ir esta semana, mas é difícil achar tempo. Preciso fazer tudo que é bico para botar comida na mesa.”

O valor limite para saque é de R$ 5,4 mil por conta. Para ter acesso a este recurso, o trabalhador levar comprovante de endereço (conta de luz, água, telefone ou docu­mento bancário) com vencimento nos meses de maio, junho ou julho de 2011, contrato de aluguel, em caso de imóvel alugado, CPF, RG, certidão de casamento ou união estável e carteira de trabalho com o número do PIS.

Na falta desses documentos, o titular da conta poderá apresen­tar uma declaração fornecida pela Defesa Civil de Lajeado. Mais informações pelo 3982-1072.

Em Estrela, o prazo para re­tirar o FGTS expira no dia 20 de novembro. Algumas famílias buscam seu direito de receber os recursos, porque a Defesa Civil da cidade se equivocou em al­guns endereços e nomes de ruas. Um novo relatório foi enviado a Brasília, mas ainda inexiste defi­nição para o caso.