Crateras prejudicam motoristas e pedestres

Notícia

Crateras prejudicam motoristas e pedestres

Por

Encantado, Nova Bréscia, Doutor Ricardo, Anta Gorda, Putinga, Ilópolis e Arvorezinha solicitam auxílio para recapeamento da ERS-332 há dois anos. O Departa­mento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), responsável pela manutenção da rodovia, reiniciou o trabalho em abril, mas morado­res e autoridades questionam a qualidade do serviço.

O presidente do Legislativo de Doutor Ricardo, Renato Tremea, reclama do descaso em um dos trechos da rodovia mais precá­rios, situado entre os quilômetros 60 e 71, que liga o município a Nova Bréscia. Segundo ele, o as­falto inaugurado em 1998 precisa de reparos urgentes por represen­tar perigo aos motoristas devido às dezenas de buracos e falta de sinalização.a

Em janeiro, Tremea diz ter en­caminhado um ofício ao órgão questionando a forma com que estava sendo realizado o serviço. “Trinta dias após ser feito, estraga de novo. O restauro ficou pior do que estava antes.” Ele alega que a falta de qualidade na camada as­fáltica, de acostamento e de sina­lização compromete a segurança dos motoristas.

A condutora Elisiane Morechi, 23, também reclama do estado precário da rodovia. Há três me­ses, ela e o companheiro Tiago Berttotti, 22, quase caíram de moto ao desviarem dos bura­cos que tomam conta da via. “É um descaso com os motoristas e pedestres. As reformas no tre­cho demoram a serem feitas e quando são, duram pouco tem­po”. Elisiane solicita atenção do estado, responsável pela rodo­via, para que acidentes sejam evitados.

Daer promete resolver problema

Conforme o engenheiro do Daer, Hildo Mourão, todos os buracos da rodovia serão consertados nesta semana, caso não chova. Ele diz que a demora se deve à falta de ma­terial necessário para o reca­peamento.

Mourão afirma que o servi­ço é de boa qualidade e garan­tirá segurança aos motoristas por bastante tempo. Ele ainda prometeu a pintura da ERS-332 para os próximos dias, assim que o recapeamento for finalizado.

Números comprovam o perigo

Segundo dados da Polícia Ro­doviária Estadual, neste ano aconteceram 83 acidentes na ERS-332, do km 0, em Encanta­do, ao 92, em Arvorezinha. Eles resultaram em uma morte e 55 feridos, envolvendo 127 veículos, um aumento de 26,5% em com­paração a 2010.

Segundo o auxiliar do 3º Pe­lotão da Polícia Rodoviária de Santa Cruz do Sul, Joel Diehl, os acidentes aumentaram junto com o movimento de veículos na rodovia.

Acidentes na ERS-332

Janeiro a outubro 2010: 61 acidentes; 2 mortos; 48 feridos; 91 veículos envolvidos.

Janeiro a outubro 2011: 83 acidentes; 1 mortos; 55 feridos; 127 veículos envolvidos.