Anel viário é adiado para 2012

Notícia

Anel viário é adiado para 2012

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A construção de um anel viário para desviar o tráfego de veículos pesados do centro, projetado pela admi­nistração municipal, ficará para 2012.

Depois de quatro meses de espera, na semana passada, ocorreu a desapropriação do terreno que receberá a obra. Porém, o município busca re­cursos estaduais para a aber­tura da rua.

anelSegundo o secretário de Pla­nejamento, Tiago Orsolin, o projeto denominado Rota do Desenvolvimento prevê a liga­ção da rua Padre Anchieta à Coronel Sobral.

A desapropriação do terreno com área de 14.474,54 metros qua­drados custou R$ 195 mil. Deste valor, R$ 150 mil são do Legislati­vo e R$ 45 mil do Executivo.

O projeto aguarda recursos estaduais para a abertura da nova rua, que será asfaltada em seguida. Conforme o vice-prefeito José Calvi, o município solicita máquinas da Secreta­ria Estadual de Obras Públicas, Irrigação e Desenvolvimento Urbano para realizar o aterro, que totalizará 3,8 mil cargas de material. Uma galeria será construída para canalizar o córrego Santa Clara, que cruza um trecho do terreno.

Conforme Calvi, o municí­pio busca recursos estaduais à obra desde 2008, pelo Portal dos Convênios do Governo Fe­deral (SICONV). O projeto prevê o asfaltamento da rua Coronel Sobral, iniciando no cruzamen­to com a rua Júlio de Castilho (em frente do hospital) até a Padre Anchieta, passando pelo anel viário.

Caminhoneiros aguardam pela obra

Há 30 anos, o encantadense Gildo Bagatini presta serviços a empresas da cidade. Ele car­rega pedras, areia e tijolo. Se­gundo Bagatini, a obra facilita­rá e agilizará o deslocamento até o bairro das indústrias.

Motoristas de outras cidades, como Maurício Luís Hweiss, 25 e Cássio Felipe da Silva, 29, ambos de Santa Cruz do Sul, acreditam num melhor desloca­mento até o local industriário.

Funcionários de uma empre­sa de laticínios, eles distribuem mercadorias duas vezes por semana no município. Dos 12 municípios que atendem, disse­ram que seria o primeiro com acesso alternativo asfaltado.

O anel viário terá 505,70 metros de comprimento e 18 metros de largura, comportan­do duas vias, um acostamento e uma pista de rolamento. Os custos seguem indefinidos.