Padre doa relíquia à Diocese de Santa Cruz

Notícia

Padre doa relíquia à Diocese de Santa Cruz

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A diocese de Santa Cruz do Sul orga­niza no domingo, a primeira apresen­tação pública do que o clero considera um fragmento sa­grado – uma felpa da cruz de Cristo.

Doado pelo padre de Traves­seiro Gaspar Goldschmidt à diocese, o artefato foi adquirido pelo pároco em Roma, em 1987. A relíquia tem um lacre com o brasão do bispo da Diocese de Lodi, que fica em Lombardia, na Itália.a

Colocado em um recipiente transparente, o item tem um documento assinado pelo bispo Pedro IV Calchi Novati (morto em 1927) que comprovaria ser uma lasca de madeira da cruz original.

Em entrevista coletiva reali­zada nesta semana, o bispo de Santa Cruz do Sul, dom Canísio Klaus, confirmou a exposição da relíquia durante a 10ª Romaria Diocesana. Contudo, não en­trou em detalhes sobre a posse do item. Apenas reforçou que buscam mais documentos para comprovar a veracidade da in­formação. “Não podemos brin­car com o sagrado.”

Para o frei Albano Bohn, a di­vulgação de uma relíquia da cruz do Cristo está mais para marketing religioso. “Não posso acreditar que alguém seja ca­paz, de no século XXI, ter um pe­dacinho da cruz original.”

Ele reforçou que é sinal de prudência a Diocese de Santa Cruz averiguar a veracidade da relíquia. “Se for comprovado, aleluia, fico contente e faço au­mentar minha fé.”

A 10ª Romaria da Santa Cruz do Sul tem como tema Juven­tude e Missão. Na programação estão previstos o acolhimento dos romeiros, procissão e apre­sentações artístico-culturais.

Programação da 10ª romaria da Santa Cruz

8h30min – Chegada dos romeiros em frente à Igreja Matriz da Pa­róquia Santos Mártires das Missões, em Linha Santa Cruz. Procissão e celebração da Euca­ristia junto à cruz, no Seminário São João Bastista.

12h – Almoço de confraternização e vi­sita às tendas das pas­torais.

13h – Apresentações artístico-culturais

14h30min – Bênção aos romeiros