Novas cédulas falsificadas chegam à região

Notícia

Novas cédulas falsificadas chegam à região

Por

Dreams - Lateral vertical - Final vertical

As novas cédulas de R$ 100 são as mais falsi­ficadas no país. Cri­minosos aproveitam o desconhecimento dos padrões de segurança para colocá-las em circulação. O comércio é o maior alvo. Há registros de no­tas falsas na região, a maioria de R$ 50.

As novas cédulas de R$ 100 e R$ 50 entram aos poucos no mercado desde o início do ano. Dados do Banco Central (BC) mostram que de janeiro a julho deste ano foi apreendida uma nota falsa de R$ 100 para cada grupo de 4,5 mil verdadeiras. Com as antigas, a relação era de uma irregular para o dobro de legítimas.

ntoasSegundo o gerente de atendi­mento da Caixa Econômica Fe­deral (CEF) de Lajeado, Adílson Johann, até ontem duas notas irregulares de R$ 50 foram re­tidas pelo banco. Um dos prin­cipais cuidados ao receber as cédulas é passar o dedo sobre as faixas listradas em sua base. Os detalhes em alto relevo são indicativos da validade.

Outra forma de precaução é observar a tarja preta e fina no centro da nota. Ela pode ser enxergada colocando a cédula contra a luz (veja mais dicas no boxe). “As falsas ficam retidas para a polícia rastrear os crimi­nosos.”

Não adianta reclamar

As reproduções não são troca­das por cédulas verdadeiras nos bancos. No início do mês, duas de R$ 50 foram recebidas por uma casa de shows em Arroio do Meio. A reportagem consultou cinco lojas e uma lotérica no Centro de Lajeado. Em nenhuma foram recebidas notas falsas. O Banrisul reteve uma de R$ 50 na segunda-feira.

A gerente de uma loja de rou­pas, Márcia Becker diz que para identificar a validade passa o dedo na base em busca do alto-relevo e observa nas tarjas pra­teadas contra a luz as imagens formadas pela combinação dos dois lados. “Para garantir a segu­rança, as compras com cartões de crédito são cada vez mais es­timuladas.”

O gerente de lotérica, Telmo Ely diz que os funcionários são treinados para identificar as fal­sificações e orientados a não as receber. Sua dica é comparar a nota recebida com outra de ori­gem diversa. Fique atento, passar adiante notas falsas é crime.

Saiba mais

As primeiras cédulas que passaram pela renovação fo­ram as de R$ 50 e R$ 100 por precisarem de mais proteção contra falsificações. Nos pró­ximos meses, serão lançadas cédulas de R$ 10 e R$ 20.

Até o fim do ano, as de R$ 2 e R$ 5 passam a integrar a série chamada de Segunda Família. As novas notas en­tram em circulação por meio dos bancos comerciais e cai­xas automáticos.

As da primeira série, lança­das há 16 anos, serão des­cartadas pelo Banco Central a medida que sofrerem des­gaste. Elas não perderão a validade com a entrada das novas cédulas.