Furto de veículos aumenta 41% em Lajeado

Notícia

Furto de veículos aumenta 41% em Lajeado

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O levantamento de da­dos criminalísticos da Secretária Estadual da Segurança Pública (SSP) mostra a redução nos índices de violência no Vale. Os números se referem ao primeiro se­mestre de 2010 e 2011.

Crimes como furtos e roubos a residências; roubos de veículos, em que a vítima está presente; e estelionato tiveram queda nos números. O mais expressivo foi o relacionado às casas.

crimesO comandante da Brigada Mili­tar (BM), major Cesar Augusto Sil­va salienta que a comunidade au­xiliou nos números positivos. “As pessoas estão se cuidando mais e protegendo suas casas.”

A polícia apreendeu mais drogas e traficantes. Nos dois casos do­brou os registros, passando de 23 para 58 no tráfico e 181 para 246 nas drogas. Delitos relacionados ao uso de armas e munição aumenta­ram, passando de 58 para 79.

Neste ano, o crime que mais pre­ocupa a comunidade é o furto de veículos. Ele foi o indicador que mais teve aumento nos registros. De 150 passou para 188, ou seja, seis pessoas a mais por mês tive­ram seus veículos levados.

Em Lajeado, o aumento foi maior. Houve 41% a mais de furtos de ve­ículos nos primeiros seis meses deste ano, em relação ao mesmo período de 2010. Foram levados 110 veículos e recuperados 78.

O major diz que as ações são in­vestigadas e uma quadrilha que atuava na região foi presa no mês passado. Segundo ele, no segundo semestre os números reduzirão.

Reflexo disso são os dados. No mês de junho ocorreram 23 casos. Em julho foram 8. A maioria deles são veículos antigos, levados para desmanches. Silva antecipa que a polícia intensificará as barreiras por toda a cidade, inclusive nos bairros de Lajeado.

Outro indicador criminal, o qual o número subiu foi o homicídio. Segundo o comandante, todos são relacionados a crimes passionais ou de pessoas envolvidas com dí­vidas por drogas.

Roubos a comércio por motociclistas

Uma nova preocupação para polícia são os crimes relaciona­dos aos motociclistas. Há um ano e meio, depois da prisão de uma quadrilha, não havia registros alarmantes deste tipo.

No mês passado, em 12 dias foram registrados nove roubos a comércio praticados por motoci­clistas. Todos os crimes foram re­lacionados em uma planilha pela BM e analisados pelas semelhan­ças na atuação dos bandidos.

Conforme o major da BM, em todos os registros, os bandidos es­tavam armados e com capacetes. Suspeita-se de duas pessoas, mas a polícia pretende prendê-los em flagrante.

Os bairros visados são o Olarias e o Centenário, que são mais dis­tantes do centro. O major relata que depois da análise, o órgão aumentou a fiscalização com via­turas nestes bairros e tenta coibir o crime com barreiras. “Fiscaliza­mos todas as motos e, só na tarde de quarta-feira, dois suspeitos ti­veram seus veículos apreendidos por dirigirem sem a documenta­ção.”

O comandante diz que os poli­ciais têm a orientação de não se­rem flexíveis com os condutores.

Dicas de segurança para evitar furto de veículos

* Não deixe o veículo estacionado na rua ou em locais escuros duran­te a noite ou madrugada. Procure deixá-los em locais iluminados ou vigiados;

* Saiba de cor a placa do seu veículo. Utilize travas e alarmes no carro;

* À noite, sem sinaleiras, fique atento ao retrovisor e mantenha o ve­ículo a uma distância razoável do carro da frente. Essa providência facilitará o arranque em caso de emergência;

* Evite namorar ou ficar conversando dentro do veículo à noite;

* Acostume-se a não deixar as portas e janelas do veículo abertas quando parado, inclusive, nas sinaleiras.