Três pessoas morrem em queda de Fusca

Notícia

Três pessoas morrem em queda de Fusca

Por

Odir Corbelini, sua mulher Doraci Müller, e Laurindo Lenhardt morreram depois de o Fusca, placas IHQ 6695, despencar de um barranco com 120 metros de altura na manhã de ontem. O acidente aconteceu por volta de 10h30min. Irisonia Weruck Lenhardt foi a única sobrevivente. Ela está em estado grave no Hospital Bruno Born em Lajeado.

O veículo seguia em direção à festa do Dia do Colono no município. O barranco localiza-se na RS-421, na estrada que liga Canudos do Vale a Forquetinha.

fuscaSegundo a Brigada Militar (BM), Corbelini era o motorista e perdeu o controle do veículo. O fusca desceu o barranco e parou sobre pedras do Arroio Forquetinha. Todos moravam em Baixo Canudos.

Os corpos dos mortos foram encontrados fora do carro – os homens estavam na água e a mulher na descida do barranco. A sobrevivente ficou presa sob os bancos do Fusca.

O agricultor Jacir Fusiger ouviu o barulho do carro despencando. Ele pediu ajuda ao secretário de Saúde da cidade, Roberto Jandir Feil e prestou os primeiros socorros. “Peguei o trator e ajudei a puxar o carro para o outro lado do arroio.” Com a ajuda de vizinhos, Irisonia foi retirada do fusca para ser levada ao hospital.

Fusiger acredita que o motorista tenha se distraído e diz que se tivesse despencando alguns metros antes ou depois o carro teria ficado preso entre as árvores.

O secretário relata que a comunidade está abalada com as mortes. Em Baixo Canudos moram 350 pessoas. A localidade faz divisa com Forquetinha e Barra do Araguari.

“Laurindo cantava no coral e Doraci participava do grupo de idosos.” Segundo Feil, Corbelini é natural de Teutônia e há poucos meses foi morar com Doraci. Os três eram envolvidos nas atividades da comunidade.

Cuidados nas estradas com ribanceiras

– verificar parte hidráulica do veículo antes de usá-lo;

– fazer revisões constantes;

– velocidade máxima permitida de 60km/h;

– não beber quando for dirigir;

– conduzir dentro da via e não próximo da beira;

– ficar atento à distância de outros veículos.