Plano de fuga leva à transferência de presos

Notícia

Plano de fuga leva à transferência de presos

Por

Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

Um alerta de que haveria uma fuga no Presídio Estadual de Lajeado motivou uma revista na manhã de ontem na penitenciá­ria. Oito presos foram transferidos para outras unidades, em Bagé, Caxias do Sul e Passo Fundo.

A informação anônima che­gou durante a semana aos agentes penitenciários – seis apenados teriam um plano de fuga e usariam armas pesadas para concretizá-lo.

presidioÀs 8h30min, 80 homens da Su­perintendência dos Serviços Pe­nitenciários (Susepe) e Grupo de Ações Especiais da Susepe (Gaes) retiraram os detentos da galeria A de suas celas e os levaram para o pátio.

Na revista, foram encontrados drogas, celulares e munição de espingarda. Conforme a polícia, o material seria usado para a fuga. Armas não foram encontradas.

Do lado de fora do presídio, fa­miliares acompanhavam o ato policial e exigiam algum repre­sentante dos Direitos Humanos. Eles afirmam que os detentos so­frem torturas na cadeia.

“Nessas revistas, molham os colchões e travesseiros e dizem para deixar que durmam assim”, reclama uma familiar. Ela conta que alguns são obrigados a mer­gulhar a cabeça em tanques de la­var roupa e apanham sem motivo para confessarem atos.

Enquanto chorava, a mulher de um dos presos afirmou que no dia 28 de junho, às 4h, na última revista, os presos ficaram nus no pátio durante a madrugada. E que devido ao frio, a maioria adoeceu. Mãe de três filhos, a mulher relata que o marido cumpriu a sua pena e está há quatro meses esperando decisão judicial para ser solto.

Na medida em que eram trans­feridos os presos, aumentava a tensão e o número de pessoas em frente ao portão da penitenciá­ria. “A mãe está aqui meu filho”, gritou uma mulher. O desespero era porque seu filho estava sendo transferido, o que segundo ela di­ficultará sua visita.

Conforme o delegado Peniten­ciário Regional, Anderson Paulo Louzado, é preciso investir na pe­nitenciária, mas o problema não é só do estado. “Quando a sociedade se exime, ela mesma sofre.” Hoje, nas celas há vaga para seis, mas há 12 presos.

O que foi encontrado

– 3 estoques;

– 3 chips de celular;

– 5 cabos de celular;

– 4 cachimbos;

– 26 celulares;

– 15 carregadores para celular;

– 5 baterias de celular;

– 1 tijolo de maconha;

– 1 display para celular;

– 6 fones de ouvido;

– 20 gramas de pó branco (cocaína);

– 11 pedras brancas (crack);

– 1 carregador de celular artesanal;

– 2 estojos de calibre 12.

Acompanhe
nossas
redes sociais