Administração investirá R$ 600 mil em ciclovia

Notícia

Administração investirá R$ 600 mil em ciclovia

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Com quase 10 quilômetros de ciclovia no município, a administração municipal pretende investir cerca de R$ 600 mil até fim do ano em novas pistas exclusivas para ciclistas. Hoje, há mais de 45 mil carros para 71 mil habitantes na cidade. A ideia é incentivar o uso de bicicletas e desafogar o trânsito.

ciclistaO secretário de Obras (Sosur), Mozart Lopes pretende finalizar nove quilômetros neste ano, e mais nove até o fim de 2012. O município contará com 28 quilômetros de ciclovias, envolvendo os bairros Universitário, Carneiros, Hidráulica, Centro, Moinhos, Florestal e Conservas. “As pessoas ainda não usam, mas é uma questão de cultura. Acreditamos que com boa estrutura isto mude.”

As ruas Sabiá, Beija Flor, Bento Rosa, Bento Gonçalves, Osvaldo Aranha, e a Av. Amazonas já possuem ciclovias em alguns trechos. A próxima a receber a estrutura será a Av. Beira Rio, com construção de calçada. Neste ano, estão previstos investimentos iguais nas ruas Henrique Stein Filho e Carlos Spohr Filho. Nesta via, Lopes anuncia também a construção de um ponto de embarque e desembarque de passageiros de ônibus próximo à empresa Minuano.

O secretário anuncia que a Av. Castelo Branco receberá ciclovia em toda sua extensão, desde a rua Carlos Spohr Filho até a rodoviária. “Este é um trajeto muito usado por trabalhadores durante as madrugadas.”

Também serão construídos espaços para estacionamento de bicicletas.em locais públicos como Praça da Matriz e Parque dos Dick.

Para dar mais segurança aos pedestres e ciclistas, as pontes sobre a ERS-130, no bairro Montanha, e do arroio Saraquá, no Conservas, serão alargadas em três metros cada. “Um metro para o pedestre, e dois para o ciclista.”

No próximo ano serão construídos mais nove quilômetros de pistas para ciclistas nos bairros Campestre, Centenário e Olarias. O investimento será próximo de R$ 400 mil.

Comunidade aprova

Morador do bairro Florestal, Jandir Rosa de Oliveira utiliza a bicicleta quase todos os dias para ir ao trabalho. Ele nunca sofreu acidente, mas afirma ter escapado de alguns. “Não culpo os motoristas, mas falta espaço para andarmos de bicicleta.” Para ele, as ciclovias darão mais segurança aos ciclistas. “Mas o espaço deverá ser respeitado.”

O casal Betina e Joelmir Fuchs, moradores do bairro Universitário, já aproveita a ciclovia para passear no fim do dia. “É mais seguro andar por ali. Lamento apenas quando os motoristas estacionam em cima da ciclovia.”

Deveres e direitos dos ciclistas

A bicicleta é considerada veículo, e por isso deve se enquadrar ao Código de Trânsito Brasileiro. A circulação em calçadas só é permitida quando o ciclista estiver empurrando a bicicleta.

Entre os equipamentos exigidos pelo código, estão a campainha, sinalização noturna dianteira, traseira, lateral e nos pedais, e espelho retrovisor do lado esquerdo.