Caminhoneiros respeitam a nova legislação

Notícia

Caminhoneiros respeitam a nova legislação

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Desde domingo, está proibido o tráfego de caminhões acima de três eixos na estrada geral Travesseiro a Barra do Fão. Nos dois primeiros dias da lei, nenhum caminhão a infringiu.

pedagioA estrada, que tem 12 quilômetros de extensão, passa pelas comunidades de Picada Felipe Essig, Três Saltos Baixo, São João e Barra do Fão. A medida atende à solicitação dos moradores que, em janeiro, formaram uma comissão para encontrar uma solução para o grande fluxo de caminhões de carga que utilizavam o trecho.

A lei municipal foi elaborada após discussão que envolveu a comunidade, governo do estado, deputados, Ministério Público e administração municipal. A fiscalização está a cargo da Brigada Militar (BM) que fez barreiras em horários alternados durante os primeiros dias.

O comandante da BM, sargento José Adão Pereira Brum adianta que essas barreiras serão mantidas até os motoristas respeitarem a legislação. Ele acrescenta que o tráfego de caminhões diminuiu, depois que a lei foi aprovada.

Os caminhões com mais de três eixos que forem flagrados nesta estrada serão multados em R$ 85 e perderão quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Hoje, uma carreta paga R$ 62 para passar pelo pedágio.

Caminhões que transportam produtos locais ou emplacados em Travesseiro e Marques de Souza estão isentos.

Proibição

A partir do dia 13 será proibida a circulação de caminhões acima de três eixos na estrada municipal, em Marques de Souza, no trecho entre a BR-386 até a divisa com Travesseiro.

Uma reunião da comissão de moradores das quatro comunidades envolvidas ocorre no dia 12. Neste encontro serão avaliados os resultados das primeiras semanas.