Escolas dão lugar a indústrias e posto de saúde

Notícia

Escolas dão lugar a indústrias e posto de saúde

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Tramita na Secretaria Estadual de Educação o pedido que destina à administração muni­cipal a área da Escola Estadual Barra do Fão, da comunidade Barra do Fão.

escolaSegundo o prefeito Ricardo Rockenbach, o governo do esta­do deve concluir a burocracia em um mês. Depois de reforma­do, a administração municipal destinará o prédio a uma em­presa, como forma de incentivo industrial.

A escola foi desativada em março de 1998 e desde então o prédio está abandonado. Al­gumas portas e janelas foram quebradas por vândalos. Ob­jetos que ainda estavam no prédio foram furtados. Paredes estão mofadas e o pátio está to­mado por mato.

No ano anterior ao fechamen­to estudavam na escola cinco alunos. A professora da épo­ca, Iracilde Ferronato, 67 anos, lembra que a diminuição dos alunos era gradual. Em 1974, eram quatro professores para cerca de 40 alunos. “Com a re­dução dos alunos os professores começaram a ser transferidos, ano após ano”. A escola foi cria­da em 1960.

Prédios reaproveitados

A medida de reaproveitar as instituições de ensino desa­tivadas para outros fins é fre­quentem em Travesseiro. Na comunidade de Felipe Essig, uma escola desativada deu lu­gar à Agroindústria de Conver­sas Bergmann. Ela funciona há dois anos no prédio da escola municipal Picada Felipe Essig, fechada em 2000.

O produto mais vendido são pepinos em conserva. São pro­cessados 250 quilos por dia. Entre os destaques de venda também estão o molho de to­mate a mistura pronta para se consumida têm alho, cebola e orégano. “Nas próximas sema­nas começam as ampliações. Com isto poderemos contratar mais duas pessoas”, diz a pro­prietária Solange Bergmann, 51 anos.

Posto de saúde em antiga escola

O único posto de saúde do interior do município funciona na antiga es­cola desativada da comunidade de Três Saltos Baixos. A Escola Munici­pal Bento Gonçalves fechou em 2002. O posto de saúde funciona dois dias por semana e é composto por cinco pessoas.