Presidente da Central quer  aumentar o número de internos

Notícia

Presidente da Central quer aumentar o número de internos

Por

Os associados do Centro Terapêutico de Trata­mento do Alcoolismo (Central) aclamaram, nesta quinta-feira, a nova di­retoria. A chapa única recebeu todos os 45 votos durante a as­sembleia realizada na sala de reuniões da instituição.

centralO presidente, Adagildo Escobar Brizolla, 45 anos, destacou que pretende aumentar o número de internos na Central, mas diz que quer encontrar um meio legal para que isso seja possível. Um dos principais problemas da insti­tuição, que quase fechou no mês passado, era o excesso de leitos para internos – 114, contra os 90 possíveis pela portaria da Secreta­ria Estadual da Saúde.

Brizolla, que há 14 anos iniciou o tratamento contra o alcoolismo na clínica, agradeceu o trabalho realizado pelo diretor anterior, Ro­que Lopes. “Muitos não passarão nem perto do que o Lopes fez du­rante 25 anos.”

Ele disse que algum represen­tante participará da reunião da comissão especial, instalada na câmara de vereadores para discu­tir o assunto, na próxima segun­da-feira. Brizolla não adiantou quais serão os assuntos debatidos na reunião.

A escolha do conselho fiscal também foi unânime. Todos os eleitos são ex-internos da clíni­ca, como estabelece o estatuto. A nova diretoria dispõe R$ 228.477 em caixa para continuar os tra­balhos. A eleição será validada hoje, com o registro no cartório do município.

Nova diretoria

Presidente

Adagildo Escobar Brizolla;

Vice-presidente

Mauro Luis Obregão

Primeiro-secretário

Nadir Malfatti

Segundo-secretário

Carlos Roberto Ghisoni

Primeiro-tesoureiro

Ditimar Kirsch

Segundo-tesoureiro

Rodolfo Orlando da Silva