Produtos de Páscoa terão até 50% de desconto

Notícia

Produtos de Páscoa terão até 50% de desconto

Por

Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

Os supermercados da re­gião estiveram lotados no sábado. As promoções de cestas, peixes, ovos de chocolate e bombons atraíram quem deixou as compras de Páscoa para a última hora.

A data foi comemorada no fim do mês, período que a maioria dos consumidores tem menos dinheiro no bolso. Mesmo assim, os super­mercados do estado registraram um aumento de 9% na vendas em com­paração com 2010.

pascoaNas três maiores redes do Vale do Taquari, em média, o acréscimo em vendas chegou perto de 12%. Os brinquedos foram outro desta­que. Em três mercados da região, a venda destes produtos registrou uma alta de 25% em comparação ao ano passado, considerado o pico de vendas da década.

Com a passagem da data, a maior parte do que sobrou nos estoques será devolvido aos forne­cedores. A partir desta semana os produtos sem esta possibilidade estão em liquidação com descon­tos que ultrapassam os 50%.

O gerente da filial de uma rede de supermercados, Valdecir Royer, diz que na semana passada cerca de seis mil clientes circularam pelo local. Um pico de 3,5 mil no sábado, dois mil a mais do que no mesmo dia da semana anterior.

Segundo ele, o consumidor do Vale delfinotem um poder de compra superior ao da média estadual. “Considera­mos de R$ 25 a R$ 30 por pessoa. Este valor sobe para R$ 40 a R$ 45 no Na­tal, Dia das Mães e Páscoa.”

Royer diz que as caixas de bom­bons de 400 gramas que custam cerca de R$ 4,99 superaram os ovos de chocolate em vendas. Em algu­mas marcas, o preço do quilo chegou perto de R$ 100. “Mesmo com novos concorrentes na região, conseguimos um resultado muito positivo.”

O clima frio foi propício ao con­sumo de chocolates. De acordo com os dados da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), até o do­mingo, mais de 97% dos estoques gaúchos foram vendidos.

Isso representa em torno de 8,5 milhões de ovos de chocolates, 5,1 milhões de caixas de bombons e pelo menos 400 toneladas de pescados.

No domingo, os supermercados não abrem as portas. A maior par­te das vendas dos produtos de ba­zar e confecções, presentes mais procurados para o Dia das Mães, ocorre no fim de semana seguin­te. Haverá filas, portanto a dica é antecipar as compras.

Maior Páscoa da década

Segundo o presidente da Agas, Antônio Lon­go, esta pode ser considerada a melhor Páscoa da década. O faturamento nos supermercados do estado superou R$ 140 milhões.

André Hauschild, funcionário de outro super­mercado de Lajeado, diz que no local o pico de movimento ocorreu na manhã de sábado. “Alguns produtos com pequena procura foram remarcados pelos fornecedores especialmente para este dia.”

Entre os produtos mais procurados se desta­caram os chocolates e os filés de peixe que tive­ram os estoques esgotados na tarde de quinta-feira. Segundo ele, devido a pouca quantidade de produtos de Páscoa remanescentes, não ha­verá mudança de preços.

Peixes congelados lideram vendas

No estado, a venda de peixes frescos caiu cerca de 40% enquanto a dos congelados registrou uma das maiores altas da dé­cada, cerca de 25%.

Segundo Valdecir Royer, a maioria dos supermerca­dos gaúchos desistiu de re­alizar Feiras do Peixe Vivo pelo excesso de exigências da Fiscalização Sanitária.

O bacalhau, cerca de R$ 39,90 o quilo, e o filé de merluza, R$ 9,90 o quilo, foram os mais procurados. No supermercado onde ele trabalha, foram vendi­dos, respectivamente, 275 e 700 quilos destes produ­tos. Um recorde.

Acompanhe
nossas
redes sociais