Produtores protestam contra a Doux Frangosul

Notícia

Produtores protestam contra a Doux Frangosul

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A comissão de integrados da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Fetag-RS) anunciou em nota que fará mobilização dos produtores a partir do dia 19.

A ação pressionará a Doux Frangosul a apresentar uma posição definitiva sobre o pagamento dos lotes em atraso.

De acordo com o presidente da entidade, Elton Weber, a comissão aguardará uma posição da companhia até o dia 15. A Fetag recebeu um documento da Doux, que, conforme a entidade, não apresentava uma proposta para a quitação dos débitos.

frangoEm meados de janeiro, o diretor da empresa no Brasil, Aristides Vogt, se reuniu com o prefeito e o vice de Montenegro, onde fica a sede da empresa. Na época, o vice, Marcos Gilberto Leipnitz Griebeler, disse que o diretor da Doux alegou descompasso de caixa causado, principalmente, pelo não recebimento de créditos de R$ 42 milhões com o governo federal, relativos à restituição de PIS e Cofins, e prometeu solução do problema em 60 a 90 dias, prazo que estaria se encerrando. “Ele (Vogt) também falou que o que eles devem aos integrados é cerca de R$ 10 milhões a R$ 15 milhões. O diretor ainda declarou que estão vendendo toda a produção, que estão se capitalizando, e com recursos próprios devem diminuir os atrasos”, disse Griebeler. Na época, os atrasos datavam de outubro.

Mesmo com os débitos, o diretor da companhia comentou que o número de produtores que desistiram de ser integrados da empresa é muito pequeno e que, em 2010, o lucro a ser apresentado será de R$ 30 milhões.

Procurada, a Doux divulgou que pretende regularizar os prazos com os 2,2 mil integrados do estado, no entanto não apresentou data para que isso ocorra.