Impostos aumentam 10% e encarecem bebidas em abril

Notícia

Impostos aumentam 10% e encarecem bebidas em abril

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Na próxima semana, vigora o aumento de 15% no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (Cofins). A alta será absorvida parcialmente pelas indústrias de bebidas e supermercados.

A expectativa do setor é de que um aumento em torno de 10% chegue aos consumidores. Não há risco que as taxas incidam sobre os itens da cesta básica.

bebidasO responsável pelas compras de um supermercado de Lajeado usa como exemplo o preço da lata de cerveja de um litro, líder de vendas.

O produto que custa R$ 2,09 será vendido por R$ 2,39, em uma embalagem de 12 unidades o aumento será de R$3,60 (veja box). “A alta não passará despercebida por causa das quantidades normalmente compradas”, avalia.

Segundo ele, o mercado de cervejas na região sul do país pode registrar uma queda de até 40% no faturamento por conta da alta de preços aliada a queda de temperaturas.

O profissional avalia que os representantes de fábricas menores, a indústria de maquinário e as empresas de transportes terão seus rendimentos ameaçados. “Demora alguns meses para que o consumo volte a melhores patamares”, diz.

O gerente de compras de uma rede de supermercados em Lajeado diz que os aumentos ainda não foram definidos pelas principais marcas do ramo e caso ocorram serão repassados aos consumidores a partir do dia 15 de abril.

Desde janeiro de 2009, os preços de referência da água mineral, da cerveja e do refrigerante não eram modificados. Nos últimos 18 meses, o governo manteve os índices para estimular a produção de bebidas durante a crise econômica.

O diretor financeiro de uma fábrica de refrigerantes, Marciano Schörr, conta que a o aumento de impostos foi fixado para cada produto e empresa individualmente.

Segundo ele a resolução que ocupou cinco páginas no diário oficial notificava um aumento de 60% para as garrafas de vidro e em torno de 300% para as embalagens de alumínio.

Projeções


Produto / Preço atual/ Projeção

Cerveja 600 ml – R$ 2,35/ R$ 2,58

Água Mineral 1L – R$1,65/ R$1,81

Energético – R$ 5,75/ R$ 6,32

Refrigerante de Cola 2L – R$ 2,79/ R$ 3,06

Lata de refrigerante – R$1,15/ R$1,26

Lata de Cerveja – R$1,75/ R$1,92