Descaso deixa moradores isolados

Notícia

Descaso deixa moradores isolados

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Moradores da localidade de Barra do Araguari na divisa com o município de Canudos do Vale estão indignados com as promessas que a administração renova há mais de 24 meses.

Apesar dos pedidos de serviço de máquina, de abertura de estradas e de colocação de material estarem protocolados, não são atendidos.

O agricultor Nelson Jair Schwertner, 37 anos, tem estocadas 130 arrobas de fumo e não consegue vender. Disse que o motorista se negou a ir até a propriedade com o caminhão por causa dos buracos e pedras na estrada. “É uma vergonha. Se não for atendido, terei que levar toda produção de carroça por 1,4 quilômetros até a casa de um vizinho”, lamenta.

Indignado, espera por uma solução urgente. “Chega de promessas. Esqueceram de dar assistência para quem produz”, critica.

Os três filhos de Schwertner que estudam no colégio João Batista de Melo caminham 1,5 quilômetro diariamente, pois o micro-ônibus não chega a casa deles.

estradaNa propriedade da vizinha Semilda Mayer, 57 anos, o leiteiro deixou de recolher o produto. Ela diz que os moradores estão isolados. “Por que as promessas de campanha não são cumpridas? Quem pagará meu prejuízo?”, questiona.

Laurindo Lenhardt, 60 anos, diz que as famílias são perseguidas politicamente por que não votaram no atual prefeito. “Temos o direito de escolher em quem vamos votar e o prefeito tem o dever de nos atender”, aponta.

Caso não sejam atendidos nas próximas semanas, as famílias farão uma manifestação em frente à prefeitura.

“O problema não é nosso”

O secretário da Administração Paulo Stroeher, disse que a responsabilidade de recuperação do trecho é da administração de Canudos do Vale.

As famílias mesmo tendo título eleitoral e registrando a produção no município, não tem suas propriedades localizadas lá. Tendo em vista este detalhe, defende que o prefeito não tem a obrigação de atender estes casos.