Número de mortos cai neste Carnaval

Notícia

Número de mortos cai neste Carnaval

Por

Dreams - Lateral vertical - Final vertical

O feriado campeão em crimes de trânsito teve números reduzidos nas rodovias gaúchas em 2011. Em quatro dias foram registradas 14 mortes. Duas delas na região.

No ano passado, 31 pessoas morreram em acidentes de trânsito – o dobro que em 2009, sendo considerado o feriado mais violento desde 2006. Só nas rodovias de Lajeado foram autuados 26 condutores por embriaguez. O feriado de Carnaval de 2002 segue sendo o mais violento, com 37 vítimas.

No sábado, às 6h25min, Katiele Salton, 23 anos, morreu após colisão em Arroio do Meio. Ela seguia em uma motocicleta Honda Biz, quando colidiu de frente com um caminhão Merdedes Benz.

E o segundo acidente foi na noite de segunda-feira. Antônio Décio Possamai, 62 anos, morreu após ser atropelado na ERS-423, em Marques Souza. Segundo os policiais rodoviários, o corpo foi encontrado caído na altura do km 0 da rodovia, próximo do entroncamento com a BR-386.

Desde a sexta-feira, os grupos rodoviários Federal e Estadual mobilizam-se para reduzir o número de acidentes, fazendo barreiras e fiscalizações eletrônicas.

Nas rodovias estaduais, entre segunda-feira e ontem, foram autuados 130 motoristas, a maioria por conduzir sem usar o cinto de segurança e excesso de velocidade. Sete motoristas foram autuados por embriaguez pelo grupo rodoviário de Teutônia, dois deles foram presos.

Nas rodovias federais, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou no primeiro dia – madrugada de sexta-feira – oito motoristas circulando embriagados pela rodovia. Destes, dois ultrapassaram o teor de 0,3 mg/litro de sangue, o que segundo a legislação é crime.

Todos os condutores flagrados tiveram suas carteiras de habilitação recolhidas, receberão multa de natureza gravíssima, no valor de R$ 957,6 e responderão processo administrativo de suspensão do direito de dirigir, perdendo o direito de conduzir e passarão por reciclagem para voltar a guiar veículos automotores.

Durante a atividade, também foi flagrados um condutor sem carteira de habilitação, cinco veículos foram removidos ao depósito pelas mais variadas infrações cometidas e 15 cometeram outras infrações de trânsito.

Quatro autuações em uma hora

A reportagem acompanhou o trabalho da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Cruzeiro do Sul entre as 5h e 6h de ontem, no trevo de acesso ao centro de Santa Clara do Sul. Durante o período, a guarnição comandada pelo primeiro-sargento, Paulo Renato Bernardi, autuou dois dos cinco condutores abordados.

carnavalA última abordagem resultou no recolhimento de um veículo com placas de Bento Gonçalves ao depósito de Cruzeiro do Sul e na suspensão da carteira nacional de habilitação (CNH) de um rapaz de 20 anos. Com a permissão provisória para dirigir, ele foi autuado por ultrapassagem proibida e embriaguez ao volante, às 5h50min.

Os soldados dizem que o motorista confessou ter bebido durante a noite e, por diversas vezes, mostrou alteração no comportamento. O irmão confirmou que o rapaz bebeu. “Quando cheguei ele tinha bebido, pelo menos, umas três latas de cerveja, mas depois foi muito mais”, diz, também com sinais de embriaguez.

O condutor negou-se a fazer o teste do etilômetro, devido à pressão do irmão, que exigia a presença do advogado. Os soldados aplicaram a notificação testemunhal, em que o rapaz confirmou, na frente de testemunhas, ter ingerido bebida alcoólica.

A outra autuação também foi por ultrapassagem em local proibido. Dois condutores receberão a multa em casa por não terem parado, quando solicitados.

Para o primeiro-sargento Bernardi, os motoristas estão mais conscientes no trânsito. “Percebemos que as pessoas que beberam deixaram outras pessoas conduzirem o veículo”, afirma. “Esta conscientização, reflete nos números dos últimos dois dias: nenhum acidente ou morte foram registrados”.

Álcool tira reflexos e causa acidentes

As estatísticas rodoviárias indicam que um terço dos acidentes de trânsito acontece por falta de atenção: sintonizar uma nova estação no rádio, conferir a viagem das crianças no banco traseiro, conversar com o carona.

O mesmo levantamento mostra que 75% das ocorrências de maior gravidade ocorrem em trechos de reta, onde o motorista sente confiança para cometer abusos ao volante. E apesar das recomendações constantes desde o início da lei que proíbe conciliar bebida com o volante, a PRF prendeu em flagrante mais de 30 mil pessoas em todo país reprovadas no bafômetro que insistiram na mistura álcool e direção.

Estatísticas no estado

Estatísticas demonstram que em 2010 aconteciam 32,8% de acidentes na noite, mas alertam que 50,1% do total de óbitos aconteceram durante o dia.

Os números mostram que 2,7% dos acidentes deste ano foram por colisão frontal e responderam por 36,2% das mortes nas rodovias federais do estado.

A falta de atenção ao dirigir é responsável por 19,9% das mortes, 27% das lesões graves e 30,3% das lesões leves em acidentes.

Mais de 140 gaúchos autuados por embriaguez

Desde o início do feriadão de Carnaval, 13.076 multas foram aplicadas aos condutores, grande parte por ultrapassagens indevidas Destas, 144 foram por embriaguez ao volante. Destes 21 foram presos e 64 tiveram a carteira de habilitação apreendida.

Mortes no trânsito gaúcho no feriado de Carnaval

tabnela carnaval