PRF deve pedir aumento de velocidade na BR-386

Notícia

PRF deve pedir aumento de velocidade na BR-386

Por

Avelocidade máxima trecho entre Lajeado e Estrela da BR-386 pode aumentar de 60km/h para 80km/h neste ano. A soli­citação deve ser reforçada pelo chefe da 4ª delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Adão Madril, ao órgão responsável.

Madril diz que o pedido foi fei­to ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) há três anos, mas sem êxito. Para ele, a rodovia está em condições de ter aumento de velocidade no perímetro urbano.

velocidadeSegundo Madril, o fato da BR-386 ter pedagio é o principal fa­tor para a mudança. “Ela é bem sinalizada dentro das normas de trânsito, e a concessionária cum­pre com as obrigações”, diz.

Entretanto, Madril informa que a PRF continuará com a fiscalização no local, indepen­dentemente do limite de veloci­dade. Ele ressalta que em 2009 as fiscalizações foram intensi­ficadas, diminuindo o número de acidentes. “Nesse período, não tivemos acidentes graves e atropelamentos”, salienta.

Alteração é comemorada

A mudança do limite de velocidade é comemorada pelos usuários. Para o radialista Marcelo Cardoso, que se dirige todos os dias de Bom Retiro do Sul a Lajeado, a imposição atual “é ridícula”.

Segundo ele, a rodovia tem con­dições para que a velocidade seja maior e acredita que assim poderão ser evitados transtornos. “É comum o motorista estar a 60km/h na faixa da esquerda e vir um apressado atrás”, comenta.

O presidente do Conselho de De­senvolvimento do Vale do Taquari (Codevat), Ney Lazzari, concorda. Ele afirma que, no ano passado, encami­nhou um documento para o então deputado federal Beto Albuquerque (PSB), no qual fazia a solicitação. O pedido foi assinado pela Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil) e Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat).

Entretanto, ele cobra penas mais severas para quem trafegar acima da velocidade permitida. “Hoje a velocidade é de 60km/h, mas quase ninguém respeita”, diz.

Multas para 26 mil motoristas

Em 2010, a PRF aplicou aproximadamente 26 mil multas por excesso de velocidade no trecho entre Estrela e Lajeado. Segundo Madril, 60% dos condutores foram flagrados em 20% acima.

Madril salienta que os motoristas registrados pelo radar móvel são, na maioria, de outras regiões. Ele acredita que o desconhe­cimento sobre as fiscalizações da PRF na rodovia contribui para as multas.

De acordo com ele, o número de multados por excesso de velo­cidade é baixo, cerca de 15% dos motoristas. Entretanto, Madril afirma que o número pode aumentar nesta época do ano. “Vem muita gente de outras regiões que se deslocam para a praia e são flagrados pelo radar”, diz.