Esperança Alviazul

Notícia

Esperança Alviazul

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Valeu a pena esperar. Após 11 anos distante da primei­ra divisão do futebol gaú­cho, o Clube Esportivo Laje­adense demonstrou que voltou para ficar. Jogando diante da equipe com melhor aproveitamento do futebol brasileiro no segundo semestre de 2010, o Alviazul foi forte, guerrei­ro e encheu de orgulho os quase 100 torcedores que foram a Porto Alegre, acompanhar a reestreia do time na elite do Gauchão.

Nesta quarta-feira, o Alviazul volta ao Estádio Florestal para en­frentar, a partir das 20h 30min, o Internacional de Santa Maria, pela segunda rodada do Gauchão. Sem problemas de suspensão ou jogadores lesionados, o técnico Benhur Pereira deverá escalar a mesma equipe que jogou no Olím­pico. O provável time terá: Fernan­do, Alexandre Bindé, Linno, Tiago Saletti e Castiano; Rudiero, Ramos, William e Alex Goiano; Ronaldo Capixaba e Rangel.

A façanha do Olímpico

O início foi complicado. Sob o comando do habilidoso Dou­glas, o Grêmio dominou intei­ramente a primeira etapa. E os gols acabaram saindo ao na­tural. O primeiro veio aos 38 minutos com o bom zagueiro Rafael Marques, que apenas escorou cruzamento na área. O segundo, seis minutos depois, foi do “mestre” Jonas, artilheiro do Brasileirão 2010. Ele concluiu uma bela troca de passes do ataque gremista. Poderia ter sido mais, porém o goleiro Fernando estava em tarde inspirada.

Na segunda etapa tudo mu­dou. Demonstrando cansaço pela pré-temporada recém- finalizada (o Alviazul iniciou os treinamentos em novembro passado), o Grêmio foi domi­nado pelo Lajeadense. Porém a dificuldade de concluir com qualidade uma jogada de ataque era clara. Mas acon­teceu. Aos 22 minutos, Rangel foi lançado e apenas desviou de Marcelo Grohe, colocando fogo na partida.

Mas foi aos 40 minutos que o torcedor lajeadense recebeu o grande presente da tarde. Após cruzamento de escanteio, o vo­lante Ramos venceu Adílson e Rochembach no alto, empatan­do a partida. A torcida do Alvia­zul foi à loucura. Agora, o espe­rado regresso à elite do futebol gaúcho estava consolidada e de maneira fantástica. Empatando com o atual campeão em seu estádio é um prêmio merecido aos atletas, e que deixa o sen­timento vivo de que este grupo alcançará voos ainda maiores.

Ingressos e estacionamento

Arquibancada inferior: R$ 15,00 (antecipado), R$ 20,00 (na hora)

Arquibancada superior: R$ 20,00 (antecipado), R$ 25,00 (na hora)

Cadeiras: R$ 30,00 (antecipado), R$ 35,00 (na hora)

Idosos (acima de 65 anos), mu­lheres, estudantes com carteri­nha: R$ 10,00 (antecipado), R$ 15,00 (na hora)

Menores de 12 anos estão isentos

Locais de compra: DMF Esportes e Posto Giovanella

Estacionamento ao lado da Churrascaria Alviazul: R$ 5,00