Mapa inicia certificação de propriedades

Notícia

Mapa inicia certificação de propriedades

Por

Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

Amanhã, em Capitão, ocorre a certificação oficial de 17 propriedades rurais que passaram no terceiro teste livre de brucelose e tuberculose bovina. O evento, que será na câmara de vereadores, às 14h, é o primeiro passo rumo à erradicação das doenças que afetam a venda os produtos lácteos.

bruceloseO projeto piloto foi lançado há 14 meses englobando 2.723 propriedades de Capitão, Arroio do Meio, Travesseiro, Coqueiro Baixo, Nova Bréscia e Pouso Novo. Nesta microrregião, há 70 propriedades certificadas em Nova Bréscia e 57 em Capitão. As vistorias continuarão em janeiro para evitar a diminuição da cadeia do leite daqui alguns anos devido ao excesso de oferta no mercado nacional.

Estarão presentes no evento o Secretário Nacional de Defesa Agropecuária Francisco Sergio Ferreira Jardim; coordenador Nacional do Programa de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose, José Ricardo Lobo; superintendente Estadual do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) Francisco Signor; chefe estadual do Serviço de Defesa e Sanidade Animal do Mapa, Bernardo Todeschini; coordenador estadual do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Bovinas (PNCEBT) Jorge Meana e o Secretário Estadual da Agricultura, Gilmar Teitböld.

Segundo o presidente da Câmara de Indústria e Comércio do Vale do Taquari, Oreno Ardêmio Heineck, a certificação facilitará a venda dos produtos tanto para o estado e o país. É a preservação da saúde pública que começa pela sanidade animal”, diz.

A propriedade de Paulo Reichert, do Distrito de Forqueta, Arroio do Meio, passou em dois testes da brucelose e tuberculose bovina. O produtor vende cerca de 140 litros de leite por dia e aguarda a terceira visita. É uma alívio saber que temos animais sadios, enfatiza. Assim como Reichert, outros produtores devem passar por três testes para indicar negativas sobre a presença de doenças e terem suas propriedades certificadas como livres.

Acompanhe
nossas
redes sociais