Cidade é recordista em lombadas e pardais

Notícia

Cidade é recordista em lombadas e pardais

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Com uma população de 18,7 mil habitantes e uma frota de 10,1 mil veículos emplacados na cidade, Arroio do Meio é a cidade com maior número de redutores proporcional à população.

Há dois anos o município não tinha controladores eletrônicos de velocidade, mas agora são 22. Segundo o responsável pelo Depar­tamento de Trânsito, Luiz Fermino Soares, a quantidade máxima es­tipulada em contrato era 18, mas foi ampliada com amparo no con­trato que prevê aumento de 25%.

lombadasA empresa vencedora da lici­tação, Eliseu Kopp e Cia Ltda., assinou contrato de risco e se responsabilizou pelo custo total dos equipamentos. “Gastaram cerca de R$ 140 mil”, diz Soares. O município não gastou, mas não lucrou com as infrações. “Só quando, em cada equipamento, as multas ultrapassarem a marca dos R$ 5 mil”, esclarece. Conforme Soares, as infrações diminuíram neste ano. Em janeiro, foram 807 e novembro, 250. “Cerca de 60% dos infratores são veículos de outros municípios”, salienta.

Para o prefeito Sidnei Eckert, a discussão sobre o trânsito passou a ser necessária a partir de 2002. Em 2008, na última administra­ção, o contrato com a empresa Eliseu Kopp foi assinado. Após a formação da Comissão de Trânsito em 2010 aumentaram as reivindi­cações da comunidade pedindo redutores. Somado a isto, veículos pesados passaram a andar mais depressa na rua Presidente Vargas após o asfaltamento, aumentando os riscos. “Todas as decisões pas­sam pelo conselho que é democrá­tico”, garante Eckert.

Comunidade quer padronizar velocidade

Diversos motoristas e morado­res concordam que o número de equipamentos instalados na cida­de está exagerado. Mas, a princi­pal exigência é para que todas as lombadas sejam padronizadas em 50Km/h. Para o comerciante Mil­ton Reckziegel, os redutores na rua Visconde do Rio Branco que são de 40Km/h pegam muitos de surpresa. “Não precisa ser tão baixa esta ve­locidade”, reclama. O comerciante Airton Kremer concorda. “Alguma coisa precisa ser feita. Nem todas as soluções do trânsito estão nas lombadas”, enfatiza.

Em Estrela, é a empresa Senso­res do Ceará/Fortaleza que presta serviços e existe o projeto de insta­lar mais dois controladores, tota­lizando 12 equipamentos. Em En­cantado, as duas lombadas estão na RS-129, rodovia que atravessa a cidade. Segundo o presidente do Conselho Municipal, Márcio Ara­cari, há um projeto junto à empre­sa Eliseu Kopp Ltda., para instalar mais 12 redutores. O município fica com 10% do valor proveniente das multas.

Cidade

Lombadas

Habitantes

Numero de veículos

Lajeado

52

71.481

39.866

Arroio do Meio

22

18.783

10.134

Estrela

10

30.628

16.145

Venâncio Aires

4

65.964

30.348

Teutônia

0

27.265

14.484

Cruzeiro do Sul

0

12.331

5.596