Tolerância está nas mãos da prefeita

Notícia

Tolerância está nas mãos da prefeita

Por

Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

Após gerar protestos de motoboys na sessão da úl­tima semana, o projeto que beneficia a classe com cinco minutos de tolerância para estacionar no centro de Lajeado foi apro­vado. Apenas Círio Schnei­der (PP) votou contra. Ele pediu vistas ao projeto e por esta ação foi pressionado por motociclistas na saída do plenário.

A matéria é de autoria de Lorival Silveira (PP) deter­mina a tolerância em toda abrangência de cobrança do estacionamento rotativo para empresas de tele-entrega com motocicletas registradas no Departamento de Trân­sito do município. Segundo Silveira, os motoboys têm dificuldade em realizar suas entregas face ao aumento de motocicletas na cidade.

Para o projeto vigorar é preciso que o Executivo aprove. Segundo a prefeita Carmen Regina Cardoso, a administração se pro­nunciará só após todos os departamentos responsáveis pelo trânsito conhecerem o novo projeto.

Uambla não se manifesta

Responsável pela cobrança e manutenção do estaciona­mento rotativo, a União das Associações de Bairros de Lajeado (Uam­bla) não quis se manifestar sobre a apro­vação do pro­jeto. Segundo Darci Polis, presidente da entidade, uma reunião será marcada para os próximos dias para que o assunto seja discutido entre toda a direção.

Motoboys aguardam decisão

motoboysPrincipais interessados no assunto, os motoboys aguardam um posiciona­mento do Executivo. Se­gundo o gerente de uma empresa de tele-entregas, Patrick Barbosa, a falta de espaço resulta em prejuízos para as empresas de tele-entrega. “Demoramos, no mínimo, 15 minutos a mais em cada entrega”, afirma.

Ele lembra que todos os seus funcionários tiveram gastos nas readequações exigidas pela administra­ção para que pudessem seguir trabalhando. “Fize­mos o que nos foi pedido, agora, estamos pedindo. E não é muito, apenas cinco minutos de tolerância”, diz, adiantando que uma manifestação popular po­derá ser feita caso não haja solução.

Acompanhe
nossas
redes sociais