Município terá feira  do produtor

Notícia

Município terá feira do produtor

Por

feira matoA partir do dia 9, os agri­cultores têm uma nova al­ternativa para vender sua produção. Conforme o en­genheiro agrônomo Clovis Schwertner, coordenador do projeto, a ideia é organizar a venda de frutas, verduras, grãos, mel e outros produ­tos hortifrutigranjeiros da agricultura familiar sempre aos sábados pela manhã, na praça matriz. Cinco produ­tores aderiram ao programa. “Serão oferecidos produtos cultivados sem agrotóxicos e com preços mais acessíveis do que os praticados no co­mércio normal”, diz.

Clóvis diz que o objetivo não é concorrer com fruteiras ou mercados. “A feira é uma opção para melhorar a renda dos agricultores”, garante. Além de organizá-la, a Secre­taria da Agricultura e Emater acompanharão todo o proces­so, repassando orientações sobre sementes, adubação e plantio.

Incremento nas vendas

O agricultor José Camilo Gunges, 72 anos, há dois meses vende parte de sua produção de hortaliças (al­face, cenoura, beterraba, couve-flor, cebola) às escolas municipais. Ele entende que os produtos orgânicos ganham mais espaço e afirma que o projeto será uma oportunidade de ampliar o número de clientes e o lucro. “Se der certo, pretendo ampliar a área cultivada”, projeta. A renda da família com a venda de hortaliças chega a R$ 500 por mês. A projeção é de dobrá-la com a implantação da feira.