Cultivando o amor às tradições gaúchas

Notícia

Cultivando o amor às tradições gaúchas

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O mês de setembro é especial para os gaúchos. No dia 20 comemora-se o aniversário da Revolução Farroupilha, que durou dez anos e tinha como ideia a separação do Rio Grande do Sul do Brasil. Durante este fim de semana, ocorrem diversos eventos e programações que buscam valorizar as tradições e os costumes gaúchos. Em Santa Clara do Sul, as festividades ocorrem no sábado, dia 20, em frente ao Centro de Cultura. As atividades iniciam-se às 9h30min com apresentação de grupos artísticos, gaiteiros, bandas e cavalarianos. Durante o dia, haverá a Feira do Produtor e Artesanato. Na cidade de Encantado, a administração municipal, juntamente com o CTG Giuseppe Garibaldi, DTG Guardiões do Rio Grande e Grupo de Artes Nativas Anita Garibaldi, promovem segunda-feira, dia 20, às 15h, na Praça da Bandeira, uma Mateada Farroupilha. Em caso de chuva, o evento será cancelado.

ctgEm Sério, o CTG Querência de Sério programou para hoje de noite, um jantar festivo alusivo à Semana Farroupilha. Moacyr Eugênio Rodrigues, que foi o primeiro patrão da entidade, voltou a assumir o cargo. Segundo ele, o CTG está presente na comunidade. “Quando tem as cavalgadas do município ou a da integração, é o CTG que acompanha e serve os cavalarianos. O local serve para ensaio de danças e está sempre a serviço da comunidade”, afirma. Em Cruzeiro do Sul, a programação inicia-se neste sábado, às 9h, com a disputa de vaca parada infantil, seguindo com arroz-de-carreteiro de charque ao meio-dia e provas campeiras à tarde. As atrações seguem à noite com jantar à base de costela, além de Bailezito.

No domingo, às 8h30min, ocorre Missa Crioula com a presença do grupo de cantores de Cruzeiro do Sul. Às 10h30min, haverá apresentações da Escola de Música de Cruzeiro do Sul; ao meiodia, almoço com churrasco; e à tarde, o tradicional futebol de bombachas. Um jantar, tendo como prato principal o arroz-de-carreteiro, encerra a programação do domingo.

Na segunda-feira, feriado estadual, a programação inicia-se às 8h com mateada e recepção dos cavalarianos que participarão do desfile, seguindo com almoço ao meio-dia e desfile, a partir das 16h, pelas principais ruas da cidade. Haverá avaliação de montaria, indumentária e organização, que serão premiadas no final do cortejo.

Em Mato Leitão, o CTG Querência da Mata realiza, no domingo, dia 19, a Missa Crioula no Pavilhão Novo Amanhecer, às 10h. Após, 11h30min, haverá o almoço festivo. O CTG participou durante a semana levando a Chama Crioula às escolas que realizaram horas cívicas, chimarreadas e apresentações artísticas.

Lajeado Nossa Terra Farroupilha

O enceramento do 3º Lajeado Nossa Terra Farroupilha ocorre no domingo, dia 20, com um espetáculo da Orquestra de Concertos (Oclaje), às 17h, em frente da Casa de Cultura. Às 18h, será feita à cerimônia de extinção da Chama Crioula e retirada da espada de Bento Gonçalves.

CTG investe em programação

O CTG Tropilha Farrapa realizou nesta quinta feira, dia 16, atividades alusivas à Semana Farroupilha. As programações se iniciaram pela manhã com a participação de seis escolas, um total de 900 crianças.

Durante o dia, as crianças aproveitaram para danças, tomar chimarrão e se integrarem a cultura gauchesca. Houve exposição de peças do tradicionalismo, em que as crianças puderam conhecer um pouco mais sobre a cultura de seu estado. “É o tempo de resgatar as tradições gaúchas, em que os alunos aprendem, por meio de atividades de recreação, um pouco mais da sua cultura”, explica a organizadora Dulce Theisen, 50 anos. “O CTG é algo saudável onde as crianças podem frequentar sem problema algum. Mantendo as crianças em atividades culturais, garantimos que as mesmas não fiquem na rua”, explica.

Dulce comenta que as tradições não são executadas apenas na Semana Farroupilha, mas em projetos durante todo o ano. O grupo que participa de rodeios tem cinco invernadas, nas categorias pré-mirim, mirim, juvenil, adulta e chirú, e frequenta aulas semanais de danças gauchescas.

Os pequenos tradicionalistas Yasmini Bald, Nicolas Noll, Bryan de Souza e David de Almeida aproveitaram as festividades e se integraram aos costumes gaúchos. “Dançamos, tomamos chimarrão e nos divertidos com as brincadeiras”, comenta David.