Cemitério dará lugar à creche

Notícia

Cemitério dará lugar à creche

Por

O terreno onde está o antigo cemitério católico, na saída para Lajeado, receberá a cons­trução de uma escola de Educação Infantil.

Recentemente, o prefeito Cléo Lemes da Silva assi­nou o convênio que prevê o repasse de R$ 605.908,83 mil da União e a contra­partida de R$ 7 mil para executar a obra.

As famílias que têm pa­rentes sepultados no local devem retirar os restos mortais até o fim deste mês.

A área que pertencia à Mitra Diocesana foi per­mutada com a Comuni­dade Nossa Senhora da Natividade e repassada à prefeitura.

Conforme Lemes, esse projeto foi encaminha­do ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e os resultados foram obtidos por insistência. “Seremos o primeiro município do Vale do Taquari a ter um prédio seguindo as exigências nacionais”, destaca.

cemiterioA obra deve ser licitada em breve, e o prédio de cerca de 565 metros qua­drados será construído em um terreno de 50m x 50m.

Quanto ao prédio onde funciona a escola hoje e que está em boas condi­ções, o prefeito disse que há opções para utilizá-lo. “Há a possibilidade de instalarmos a prefeitura, posto de saúde ou até mes­mo uma escola municipal, mas ainda a situação está indefinido”, observa.

O agricultor Waldemar Boaria, 62 anos, há mais de dez anos cuida da limpeza do antigo cemitério e elo­giou a iniciativa de retirar os restos mortais para serem depositados em um outro cemitério. “É um sinal de respeito. Muitos túmulos estão caídos e nem recebem mais a visita de familiares. Não podíamos deixar isso do jeito que estava”, opina. Quanto à construção de uma nova creche, Boaria diz que o investimento qualificará o atendimento às crian­ças. “Teremos um prédio amplo e dentro do padrão exigido. Tudo que for feito pela educação, merece ser elogiado”, destaca.

Fique atento

Para agilizar o início da obra foram conferidas as lá­pides que existem no local e ocorreu um levantamento das pessoas que podem estar en­terradas no cemitério. Na lista constam os nomes de Beno Winder, Serafim Sauthier, Julio Woschnack, Narcisa Florindo, João B. Gentelini, Elocir Guaragni, Antônio L. Gentelini, Lubia Bachmann, Irani Teresa Voschna, Se­tembrino Sonda, Valdemar J. Kappes, Ermindo Fusiger, Cândida Baseggio, João Pri­maz, Sérgio L. Zanon, V.B.