Detalhes e prioridadesda Consulta Popular 2010

Notícia

Detalhes e prioridadesda Consulta Popular 2010

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Com R$ 5,3 milhões garantidos para a região, o que vale agora é mobilizar a comunidade para que a presença de eleitores, no dia 23, seja suficientemente maior em relação a 2009, garantindo assim verbas superiores a R$ 7 milhões. Para isso, é preciso que o número de votantes em todo o estado ultrapasse em 50% os 950 mil do ano passado. Na região, foram 50 mil votos, 43 mil a mais do que no ano de 2008. Segundo a secretária do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari, Cintia Agostini, as mobilizações nas áreas da saúde, educação e segurança estão adiantadas, bem como em relação aos demais projetos que constam na cédula.

Segundo Cíntia, diversas urnas serão espalhadas em locais estratégicos das cidades e funcionarão das 9h até as 18h. “Em um determinado ponto, haverá uma urna que aceitará votos até as 21h”, avisa. Cíntia informa que, além da votação por meio das cédulas normais, os eleitores podem votar por meio eletrônico, www. consultapopular.rs.gov.br ou www.sri. rs.gov.br, que funcionará das 8h até as 24h. em todo o estado, serão dez mil urnas espalhadas entre os 28 Coredes. O cadastramento dos resultados será entre os dias 25 e 28 do mesmo mês, e a informação oficial sobre as verbas extras, e seus respectivos valores só ocorrerá no dia 8 de julho.

1 -Inventário turístico e capacitação de recursos humanos nos municípios do Vale do Taquari – R$ 496 mil

Tem c omo objetivo atuali­zar os dados da oferta turística, inserindo-os jun­to ao sistema do Ministério do Tu­rismo. Os dados são gerais envol­vem, entre outros itens, estrutura de pontos turísticos, acessos e divulgação. Também consta no projeto a qualificação dos recursos humanos aptos para atuar na área do turismo, prestando serviços, como guias, turismólogos e comunidade local apta a receber turistas. Dos R$ 496 mil, R$ 360 serão usados na qualificação da oferta turística e o restante na qualificação dos recursos humanos.

2- Projeto de sistema de alerta de enchentes e preservação das margens do Rio Taquari – R$ 400 mil

A proposta tem como objetivo an­gariar recursos para revitalizar o sistema de alerta de enchentes do Rio Taquari, utilizando-se de tecnologia de vanguarda para medir a sua dinâmica hídrica em determinados períodos, principalmente em períodos de cheias,oferecendo via web os pontos que podem ser inundados. O sistema garantiria à população a segurança de saber com antecedência quais os pontos poderão ser alagados em períodos de chuvas, antecipando a retirada de famílias, di­minuindo os prejuízos. Além disso, será realizada a análise científica da efici­ência ambiental do sistema de corre­dor ecológico que está sendo implan­tado nas margens do Rio Taquari. O projeto atenderá os municípios de Muçum, Encanta­do, Roca Sales, Colinas, Arroio do Meio, Lajeado, Estrela, Cruzeiro do Sul, Bom Reti­ro do Sul, Taquari, entre outros.

3- Programa de desenvolvimento da agropecuária do Vale do Taquari – segmentos leite, mel e agroenergia – R$ 557 mil

O projeto visa atender três áreas, envolvendo a agropecu­ária da região. Na área do leite, são quatro planos de ações e 12 atividades que têm como refe­rência a Carta de Galícia 2010, bem como seus fundamentos, decorrentes do convênio entre o Codevat e o Estado Autônomo da Galícia, firmado em outubro de 2007. A primeira ação é a implantação de unidades rurais produtoras de leite referência do Vale do Taquari, por meio do credenciamento oficial junto ao Ministério da Agricultura, Pecu­ária e Abastecimento (Mapa); manejo do gado leiteiro e pro­gramas de evolução genética do gado leiteiro. A segunda ação será a formação do processo de obtenção junto ao Instituto Na­cional de Propriedade Insdustrial (INPI) de um selo de indicação de procedência. A terceira ação será a obtenção e registro da marca de certificação Novilha do Vale. A quarta e última açãoserá a análise e governança do programa. Serão 36 municípios atendidos, e o projeto tem a par­ceria da Embrapa Uva e Vinho, Embrapa Clima Temperado e Fepagro.

Na área da agroenergia, o objetivo é avaliar e utilizar pro­dutos como cana-de-açúcar, mandioca e girassol para o desenvolvimento de energia sustentável, com a instalação de equipamentos necessários para extração dos óleos e posterior aproveitamento.Para a agroindústria do mel, o projeto tem como objetivo reali­zar um levantamento de dados e informações sobre a cadeia produtiva de mel na região, buscando identificar produtores, quantidade de colmeias, produ­tividade, rentabilidade, custo de mão de obra, entre outros.

4- Elaboração do plano da bacia hidrográfica Taquari – Antas – R$ 300 mil

O projeto tem como objetivo realizar a
etapa C do Plano de Bacia que trata do en­quadramento dos usos da água, plano de in­tervenções e cenário para a cobrança do uso correto das águas. Sendo assim, o Comitê da bacia Taquari – Antas está se propondo a viabilizar os trabalhos de término desse plano que está sendo votada também na região da Serra e está associada aos movimentos que ocorrem junto ao estado, de criação de planos de bacia e de saneamento.

5- Implantação de agroindústrias no Vale do Taquari (obras e equipamentos), cinco para cada município – R$ 1,8 milhão

O projeto tem como objetivo incentivar a instalação de agroindústrias como forma de agregar valor aos produtos, aumentando a renda dos produtores e, consequentemente, a arrecadação dos municípios. Entre as motivações sociais mais importantes estão a fiscalização do produtor na propriedade ru­ral e a manutenção da integridade familiar via desenvolvimento de todos na produção. A proposta visa atender 36 municípios, sendo que cada um receberia recursos suficientes para im­plantação de cinco empresas. Seriam R$ 5 mil para construção civil, R$ 5 mil para equipamentos e máquinas, totalizando R$ 10 mil por unidade, e R$ 50 mil por município.

6- Apoio a eventos esportivos nos municípios do Vale do Taquari – três eventos por município – R$ 540 mil

O objetivo é possibilitar um aporte financeiro para financiar eventos esportivos nos muni­cípios. Sendo o esporte uma ferramenta de inclusão social e cidadania, possibilitando às pessoas uma melhor qualidade de vida. Com o recurso solicitado, os municípios poderão ampliar o número de eventos que realizam. A proposta visa contemplar os 36 municípios com recursos na ordem de R$ 10 mil.

7- Implantação de Sistema de Pastoreio Rotativo – Setor Lácteo – R$ 392 mil

O projeto solicitado busca revitalizar o Sistema de Pas­toreio Rotativo, com a utilização de diversos implementos, como isoladores, arame de aço, piques, eletrificadores e outros. A mão de obra especializada receberá qualificação. O objetivo é atender 80 hectares em cada município, somando 580 he na região. Serão contemplados os municípios de Sério, Canudos do Vale, Progresso, Forquetinha, Marques de Souza, Santa Clara do Sul e Cruzeiro do Sul

8- Qualificação de trabalhadores urbanos e rurais – R$ 790 mil

O projeto de qualificação profissional visa, diante das demandas constantes que se apresentam relacionadas às necessidades de mão de obra qualificada, realizar cursos profissionalizantes nas áreas de móveis metalúrgicas, gastro­nomia, alimentação, varejo e construção civil. Os municípios Teutônia, Poço das Antas, Westhália, Fazenda Vilanova, Imigrante e Paverama serão contemplados.

9- Criação de unidades de Controle de Dejetos de Suínos – R$ 600 mil

O projeto tem como objetivo a instalação de unidades de compostagem de dejetos suínos que implica na construção de áreas cobertas, que abrigarão os equipamentos e todo o pro­cesso da compostagem. Serão beneficiados dez municípios que, em 2009, forneceram a maior quantidade de suínos para frigoríficos com Inspeção Federal (SIF). São eles: Capitão, Arroio do Meio, Estrela, Encantado, Roca Sales, Teutônia, Westfália, Vespasiano Correa, Colinas, Putinga, Santa Clara do Sul, Anta Gorda, Imigrante, Travesseiro e Forquetinha.

10- Reaparelhamento dos órgãos de segurança do Vale do Taquari – R$ 1,6 milhão

O projeto pretende adquirir seis picapes para o Corpo de Bombeiros, Polícia Ambiental, Polícia Civil e Susepe. Viatura para o IGP e micro-ônibus para a Brigada Militar e 20 kits com pistola e colete. Os investi­mentos beneficiam todos os municípios que compõem o Vale do Taquari.

11- Construção, reformas e equipamentos para 21 hospitais do Vale do Taquari – R$ 1,6 milhão

O projeto tem como objetivo a captação de recursos para os hospitais do Vale do Taquari vin­culados ao Sistema Único de Saú­de (SUS), proporcional ao número de leitos ofertados para aquisição de equipamentos. No total, serão 730 novos leitos, atendendo os municípios de Anta Gorda, Arroio do Meio, Arvorezinha, Bom Retiro do Sul, Cruzeiro do Sul, Dois Lajeados, Encantado, Estrela,Ilópolis, Lajeado, Marques de Souza, Muçum, Nova Bréscia, Paverama, Putinga, Progresso, Roca Sales, Santa Clara do Sul, Sério, Teutônia, Taquari.

12- Manutenção e ampliação de escolas de Ensino Fundamental – R$ 800 mil

O projeto visa à manutenção, conservação e ampliação dos seguintes locais:Escola Heitor Alexan­dre Peretti, com reforma da cozinha, do refeitório e dos sanitários; Escola Manuel Bandeira, com reforma do telhado e dos acessos; Escola Antônio Leite Costa, com re­forma e pintura geral; Escola Nardy de Farias Alvin, com reforma do forro e assoalho; Escola Demétrio Berté, com reforma do telhado; Escola 20 de Maio, com reforma do telhado; Escola Pedro Scherer, com pintura externa; Escola São João Bosco, com construção de 122 metros de muro para cercamento; Escola Antônio Porfírio deMenezes Costa, com constru­ção de quadra esportiva; Es­cola Moises Cândido Veloso, com construção de refeitório; Escola Agostinho Costi, comconstrução de refeitório; Esco­la Sagrado Co­ração de Jesus, com construção de despensa, área de serviço e sanitários; Es­cola de Brasília, com construção de despensa, área de servi­ço e sanitários; Escola ClotildeBraga, com construção de despensa, área de serviço e sanitários.Serão contemplados os municípios de Taquari, Bom Retiro do Sul, Anta Gorda, Encantado, Lajeado, Estrela, Taquari e Putinga.

13- Manutenção e ampliação das escolas de Ensino Médio – R$ 800 mil

O projeto visa à manutenção, conservação e ampliação dos seguintes locais:Escola Hugo Oscar Spohr , com reforma da cobertura e parte elétrica; Escola Vicente de Carvalho, com reforma da cobertura do ginásio de espor­tes; Escola Erico Verissimo,com reforma da cobertura; Escola Ana Néri, com reforma da parede da cozinha; Escola Escola Doutor Ricardo, com reforma do telhado e pintura; Escola Nova Bréscia, com reforma do telhado e pintura interna; Escola Vidal Ne­greiros, com re­forma do telhado, recuperação de reboco nas salas e piso superior, e pintura interna; Escola Vespasia­no Corrêa, com reforma e pintura interna; Escola Estrela, com re­forma do piso da quadra de esportes; Escola Monsenhor Scalabrini, com reforma do auditório, da biblioteca, do telhado e parte elétrica; Escola 25 de Maio, com reforma e pintura; Escola Pouso Novo, com reforma e pintura interna; Escola Monsenhor Seger, com reforma estrutural; Escola Santa Clara, com construção de 150 metros de muro para fechamento de terreno.

Os municípios de Canudos do Vale, Lajeado, Marques de Souza, Doutor Ricardo, Nova Bréscia, Estrela, Encantado, Imigrante, Pouso Novo, Santa Clara do Sul, Travesseiro serão contemplados.