Canola, a soja do inverno, vira alternativa de renda

Notícia

Canola, a soja do inverno, vira alternativa de renda

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

canolaOs agricultores da região iniciaram o plantio da safra de canola. Este ano, as perspectivas de preço são boas, e a área de cultivo deve cres­cer. Depois da chuva das últimas semanas, as máquinas voltaram à lavoura, iniciando o plantio para a safra do inverno. O produtor Car­los Schorr, 56 anos, de São Bento, inicia a segunda safra seguida, mas dessa vez, quase dobrou a área plantada, que aumentou de 30hectares para 50. “É uma cultura rápida, planta em maio e colhe no fim de outubro. O preço é sempre mais do que o valor de uma saca de soja”, conta.

O custo é outra vantagem apontada pelo agricultor. Ele calcula em R$ 400 por hectare o valor gasto com a produção. “Não precisa passar fungicida, só adubação. É fácil e de pouco investimento”, comenta Schorr. Após a colheita, a área será apro­veitada para plantio da soja. O agricultor também produz trigo e milho, mas a canola está prestes a ganhar sua preferência. “O trigo é mais arriscado, não se colhe todos os anos. Além disso, o preço é de­sanimador. E a canola tem o dobro de óleo que a soja, com preço e mercado garantido”, observa.

Falta grão para beneficiamento

O técnico agrícola, José Sippel, explica que uma das vantagens de plantar o grão é a grande procura da indústria e o preço pago pela saca, se comparado com a cultura de trigo. A área cultivada no estado chega a 30 mil hectares, porém seriam necessários 200 mil para atender à procura de apenas uma empresa de Passo Fundo que produz biodisel e óleo de cozinha. “Existe mercado
e o rendimento por hectare é bom. É uma grande alternativa de renda para o inverno e se adapta bem ao processo de rotação de cultura”, explica.

Sippel reforça que além de ser mais resistente ao frio que o trigo, ela é rentável e mais rica em óleo que qual­quer outra oleaginosa. “Um detalhe está no processo de exploração da propriedade, numa época em que o solo fica desprotegido, outono e inverno. Até que se instalem as culturas de verão, tem a canola”, finaliza.

Saiba mais

O ciclo de plantio é de 160 dias,planta em abril e colhe até novembro

No Vale do Taquari a área cultivadadeverá passar de mil hectares

Preço da saca deverá chegara R$ 40 nesta safra

Rendimento por hectare na safrapassada chegou a 17 sacas

Custo de produção porhectare chega a R$ 400

A canola é uma oleaginosa, com ciclo de produção curto e alto teor de óleo destinado para produção de óleo de cozinha e biodiesel

Foto giovane weber