Creches estão lotadas

Notícia

Creches estão lotadas

Por

crecheA falta de vagas nas escolas mu­nicipais de Educação Infantil de Estrela é recorrente. Assim que acaba a licença-maternidade, mães não têm onde deixar seus filhos, e o problema faz com que alguns pais inscrevam-se simultaneamente em várias escolas para a fila de espera.

A supervisora da Educação Infantil, Márcia Wickert, diz que essa não é uma dificuldade exclusiva de Estrela, mas que é geral. “A gente se preocupa e está estu­dando formas de ajudar”, garante. Desde quinta-feira dados estão sendo computa­dos na Secretaria de Educação, cruzando as listas de espera para ver quais crianças estão mais de uma vez inscritas nas esco­las. “Depois que tivermos o número real de vagas que estão faltando poderemos tomar as providências”, alega.

Em setembro do ano passado, a Es­cola Municipal de Estrelinha, do bairro das Indústrias, foi ampliada e recebeu 38 novos alunos. Na Escola Municipal Gi­rassol, do bairro Boa União, o dormitório foi retirado e com isso haverá 20 novas vagas. Segundo Márcia, a partir desta sexta-feira começam a ser chamadas as crianças por ordem de inscrição na lista de espera. Na segunda-feira, elas serão recebidas na creche. “Além disso, estamos estudando ampliar vagas em algumas outras escolas”, revela.

Sem fila de espera

A ampliação do prédio da Escola Municipal Pequeno Mundo, em Santa Clara do Sul, realizada no ano pas­sado acabou com a fila de espera que existia. Pela pri­meira vez em 20 anos as au­las na escola recomeçaram sem causar problemas às mães. Dentre as 15 turmas da escola existem 20 vagas à disposição para receber crianças dos 4 meses até os 6 anos de idade. A única escola infantil do município atende 232 crianças.

O casal Sandra e Jo­cemar Zimmer conseguiu a vaga para a pequena Dandara, de 5 meses, logo depois que fez a inscrição. “Esse é um medo muito grande que tínhamos. Caso não conseguisse vaga na creche precisaria contratar uma babá, mesmo saben­do que a educação numa escola infantil é superior”, afirma Sandra. Outra mãe, Leonise Weber tambémconseguiu vaga para João Vitor, 5 meses, nesta nova fase da esco
la. Ela diz que as vantagens de estudar desde o início com as outras crianças e em uma escola são muito grandes para garantir uma educação melhor também no Ensino Fundamental.